Guardião Cidadão oferece formação e auxilia na segurança do município

No ano passado o efetivo foi responsável pelo registro de 643 ocorrências.

Comentar
Compartilhar
05 FEV 201321h38

Um programa que oferece capacitação profissional e contribui para a segurança. Este é o Guardião Cidadão, desenvolvido pela prefeitura há sete anos e que formou desde então 1.077 jovens. Atualmente são 145 guardiões, sendo 48 mulheres. No ano passado o efetivo foi responsável pelo registro de 643 ocorrências, como intervenção ao cidadão em situação de rua, uso inadequado de equipamento público e orientações.

O projeto contempla munícipes de 18 a 20 anos, com ensino médio completo, livres do serviço militar e sem vínculo empregatício. Um dos exemplos é Larissa Silva, 19, moradora do Castelo. “Gosto do trabalho porque ajudo as pessoas e todo dia aprendo muitas coisas”. Os participantes recebem um salário mínimo e meio (R$ 1.017,00), cesta básica ou auxílio alimentação, seguro de vida contra acidentes do trabalho e curso de qualificação profissional, incluindo estágio prático.

Entre os locais de atuação estão unidades e espaços públicos e sala do SIM (Sistema Integrado de Monitoramento). “Há projetos em estudo para também empregar o efetivo, por exemplo, em travessias escolares e controle da zona azul de estacionamento”, explica o comandante da Guarda Municipal, Flávio de Brito Jr.

O projeto contempla munícipes de 18 a 20 anos (Foto: Divulgação)