Governo do SP educacao
Governo do SP educacao mob

Rosana Valle e MPT acompanham ação para evitar demissões na Usiminas

Decisão da Justiça do Trabalho deve sair ainda nesta quarta-feira

Comentar
Compartilhar
20 MAI 2020Por Da Reportagem15h49
O MPT da Segunda Região foi acionado a pedido da deputada Rosana ValleFoto: DIVULGAÇÃO

O Ministério Público do Trabalho (MPT), da Segunda Região, já atua como fiscal da lei na ação movida pelo Sindicato dos Metalúrgicos para tentar reverter a demissão de 900 trabalhadores da Usiminas, em Cubatão.

A pedido da deputada federal Rosana Valle (PSB),  o Procurador-Geral do Trabalho, em Brasília, Alberto Bastos Balazeiro, acionou o MPT da Segunda Região, que integra a ação, que busca uma liminar na Justiça do Trabalho suspendendo as demissões.

A deputada, o sindicato e os trabalhadores aguardam com expectativa para as próximas horas desta quarta-feira (20/5) a decisão, sobre o pedido de liminar, suspendendo as demissões, a ser julgado pela  juíza Adalgisa Lins Dornellas, da  2ª Vara da Justiça do Trabalho, em Cubatão.

O Sindicato dos Metalúrgicos solicita que sejam utilizados os critérios da Medida Provisória (MP) 936, que permite
a manutenção dos empregos, com negociada redução salarial, até o fim da pandemia do novo coronavírus.

O pleito da deputada e do Sindicato dos Metalúrgicos foi encaminhado também ao Grupo de Trabalho Covid-19, constituído no âmbito do Ministério Público do Trabalho, que já adotou as providências cabíveis.