Ressaca pode ocasionar ondas de até 3,5 metros e ventos de 60 km/h na Baixada Santista

Apesar de uma segunda-feira (20) atípica e com calor mais intenso, a chegada da primavera, marcada para esta quarta (22), deverá contar com temperaturas mais baixas

Comentar
Compartilhar
20 SET 2021Por Folhapress19h00
A Marinha do Brasil emitiu um alerta neste domingo (19) para uma ressaca marítima que se forma no litoral paulistaA Marinha do Brasil emitiu um alerta neste domingo (19) para uma ressaca marítima que se forma no litoral paulistaFoto: NAIR BUENO/DIÁRIO DO LITORAL

A Marinha do Brasil emitiu um alerta neste domingo (19) para uma ressaca marítima que se forma no litoral paulista a partir desta terça-feira (21). As fortes ondas, que poderão atingir uma altura média entre 2,5 metros e 3,5 metros, devem vir acompanhadas de rajadas de vento de direção leste a nordeste de até 60 km/h.

A Defesa Civil do Estado de São Paulo também reforçou o anúncio e pediu alerta entre terça e quinta (23). Em nota, o órgão estadual diz que os eventos "são relativamente comuns, principalmente quando temos sistemas meteorológicos atuando no litoral brasileiro, que geram ventos e rajadas intensas e acabam afetando a superfície do oceano".

Além disso, neste tipo de situação, ações são recomendadas para que sejam evitadas algumas práticas, tais como a navegação, pesca, banhar-se no mar, esportes náuticos, além de caminhar ou pedalar em áreas mais vulneráveis da encosta, pois há condição para geração de transtornos em pontos isolados.

Segundo o Climatempo, uma nova frente fria, associada a um ciclone extratropical, avança pelo sudeste do país nesta terça, o que deve fazer com que o mar fique agitado. Este sistema também será o responsável por aumentar a quantidade de nuvens no sul e leste do estado.

Apesar de uma segunda-feira (20) atípica e com calor mais intenso do que de costume, a chegada da primavera, marcada para esta quarta-feira (22), deverá contar com temperaturas mais baixas, com cara de inverno, e chuva em alguns pontos da Baixada Santista.