X
Cotidiano

Projeto cria o Programa de Apadrinhamento Afetivo de Idosos

Objetivo é permitir acolhimento em datas específicas de pessoas que vivem em instituições de longa permanência e que não têm convivência familiar

Vale lembrar que Santos é uma das cidades com maior índice de população de idosos do Brasil / Divulgação

Permitir o acolhimento em finais de semana, feriados e datas comemorativas, de pessoas idosas que vivem em Instituições de Longa Permanência e que por algum motivo estejam com o direito a convivência familiar e comunitária prejudicado. Essa é uma das ações previstas no projeto de lei apresentado na Câmara de Santos pelo vereador Cacá Teixeira (PSDB). A proposta cria o Programa de Apadrinhamento Afetivo de Idosos, com o objetivo de resgatar o respeito a essas pessoas.

De acordo com o projeto, acolhendo e aparando pessoas idosas que não têm nenhuma convivência familiar será criado vínculo afetivo entre padrinho e afilhado, por meio de aproximação gradativa e cuidadosa. O projeto também pretende divulgar essa triste realidade de idosos que sobrevivem a situações de abandono por familiares.

Vale lembrar que Santos é uma das cidades com maior índice de população de idosos do Brasil. Cerca de 20% da população do município tem idade acima de 65 anos. Também é bom destacar que “o Estatuto do Idoso determina que é obrigação da família, da comunidade, da sociedade e do poder público assegurar ao idoso, com absoluta prioridade, a efetivação do direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, à cultura, ao esporte, ao lazer, ao trabalho, à cidadania, à liberdade, à dignidade, ao respeito e a convivência familiar e comunitária”, justifica o parlamentar na apresentação do projeto.

A proposta foi inserida no sistema do Legislativo nesta terça-feira (17) e será encaminhada para análise da Procuradoria da Câmara.

 

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Brasil

Governo: Mário Frias contrata por quase R$ 4 milhões empresa sem licitação e sem funcionários

A sede da empresa seria uma caixa postal em um escritório virtual a 2.400 km do Rio de Janeiro

Polícia

Corregedoria investiga aparição de pênis de borracha em academia da PM

A academia do Barro Branco tem aproximadamente 660 cadetes, além de cerca de 140 funcionários

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software