governo 2

Programa Cidade Segura terá sistema de câmeras e investimentos em iluminação

O sistema será custeado com recursos do Fundo Metropolitano da Baixada Santista, da ordem de R$ 652,5 mil

Comentar
Compartilhar
05 FEV 201516h39

A Prefeitura de Itanhaém vai implantar um sistema de monitoramento por câmeras na região central e outros pontos estratégicos, além de investir na eliminação de pontos escuros nos bairros. Estas são algumas das ações previstas dentro do Programa Cidade Segura, que será lançado oficialmente nesta sexta-feira (6), às 18h30, na sede da Associação Comercial de Itanhaém (ACAI), pelo prefeito Marco Aurélio Gomes.

O novo sistema de monitoramento terá uma central de operações que comandará 28 câmeras de vídeo distribuídas na área entre a Avenida Jaime de Castro e a alça de acesso a Ponte sobre o Rio Itanhaém, passando pela região central e Nova Orla. A posição dos equipamentos foi definida em conjunto com as polícias Civil e Militar, além de representantes do comércio local.

O sistema será custeado com recursos do Fundo Metropolitano da Baixada Santista, da ordem de R$ 652,5 mil. O secretário de Trânsito e Segurança Municipal, Silvio Oliveira, explicou que esta será a primeira etapa do sistema, que posteriormente será estendido para outras áreas da Cidade, como Suarão, Belas Artes, Cibratel e Gaivota.

O programa contempla ainda a ampliação do sistema de iluminação pública.  Está prevista a instalação de mais de mil pontos com luminárias, que eliminarão pontos escuros de bairros da Cidade, melhorando as condições de visualização e inibindo a ação de marginais no período noturno. Estão previstas intervenções em pontos de bairros como Gaivota, Jardim Bopiranga, Cibratel, Jardim das Palmeiras, Jardim Oásis, Jardim Regina, Nova Itanhaém e Jardim Grandesp, entre outros.

A oficialização do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM), que reúne representantes das polícias Civil, Militar e Rodoviária, Corpo de Bombeiros com técnicos das secretarias municipais, foi outra ação voltada para o Programa Cidade Segura, que também inclui a descentralização das bases da Guarda Civil Municipal e a compra de novos equipamentos para a corporação.

“Esses investimentos para o Programa Cidade Segura buscam atender as solicitações feitas pela população no Programa Bairro a Bairro e também servem como um importante instrumento para as forças policiais desenvolverem seus trabalhos na Cidade. Segurança pública, quando trabalhada em conjunto, fica mais fortalecida”, destacou o prefeito Marco Aurélio Gomes.