Prefeitura interdita Terminal Pesqueiro de Santos

A medida foi tomada em virtude da degradação das condições estruturais do prédio

Comentar
Compartilhar
06 DEZ 201310h50

A Prefeitura de Santos interditou o prédio do Terminal Pesqueiro de Santos, atendendo a pedido do Ministério Público Federal (MPF). A medida foi tomada em virtude da degradação das condições estruturais do prédio.

Os responsáveis pelo terminal pesqueiro foram comunicados da decisão na última quarta-feira, e, ontem, os técnicos da Secretaria de Infraestrutura e Edificações (Siedi) e da Defesa Civil foram ao local para o cumprimento da ordem de interdição.

O secretário Ângelo José da Costa Filho, explicou que o MPF solicitou à Prefeitura que avaliasse as condições do terminal, após receber denúncia anônima sobre os problemas no local.

A Defesa Civil e a Siedi realizaram levantamentos e constaram que havia corrosão avançada nos pilares de sustentação. “Alguns em precário estado, inclusive seccionados”, descreveu o secretário.

 Licitação do prédio está em andamento (Foto: Matheus Tagé/DL)

Ainda conforme Ângelo, o Ministério da Pesca informa que a licitação para a reforma do prédio está em andamento. Porém, com os laudos, o MPF solicitou que a Prefeitura tomasse medidas preventivas para evitar acidentes. “Por isso, decretamos a interdição até que as obras sejam concluídas”.