Prefeito Válter Suman e secretário de Educação permanecerão presos em São Vicente

Os políticos guarujaenses foram presos em flagrante pela Polícia Federal (PF), na quarta-feira (15), durante a 'Operação Nácar', que apura um esquema de desvio de dinheiro na rede pública de saúde

Comentar
Compartilhar
16 SET 2021Por Da Reportagem17h32
O prefeito de Guarujá, Válter Suman (PSDB), e o secretário de Educação, Marcelo Nicolau, permanecem presos após audiência de custódiaO prefeito de Guarujá, Válter Suman (PSDB), e o secretário de Educação, Marcelo Nicolau, permanecem presos após audiência de custódiaFoto: Nair Bueno/DL

O prefeito de Guarujá, Válter Suman (PSDB), e o secretário de Educação, Marcelo Nicolau, permanecem presos na Penitenciária I de São Viente após audiência de custódia realizada nesta quinta-feira (16), no Fórum Federal Prof. José Frederico Marques, em Santos.

Os políticos guarujaenses foram presos em flagrante pela Polícia Federal (PF), na quarta-feira (15), durante a 'Operação Nácar', que apura um esquema de desvio de dinheiro na rede pública de saúde.

Em nota, a assessoria de imprensa da Justiça Federal informou apenas que foi realizada uma audiência de custódia no caso sem confirmar os nomes dos envolvidos, em cumprimento a uma "carta de ordem" do TRF-3. Por conta de sigilo nos autos, nada mais pôde ser informado.

Adriana Machado (PSD) assumiu, nesta quinta-feira (16), a Prefeitura de Guarujá. A vice de Valter Suman (PSDB) será a titular do Executivo guarujaense após o prefeito ter sido preso nesta quarta-feira (15) durante ação da Polícia Federal.