Prédio em obras desaba no Jardim Casqueiro e deixa feridos

Os três operários que estavam presos nos escombros já foram socorridos e encaminhados ao hospital. Nenhum deles corre risco de vida

Comentar
Compartilhar
01 ABR 201509h51

Colaboração Victória Simonato

Um prédio comercial, onde funcionava uma autoescola, desabou às 8h50, na Avenida Brasil, no bairro Casqueiro, em Cubatão. Um ajudante e um pedreiro foram socorridos no local e encaminhados ao hospital. Segundo o Capitão de Bombeiros, Antônio Marcos da Conceição, que comandou a operação, os três sofreram trabalhadores sofreram escoriações generalizadas e não correm risco de vida. Um outro ajudante na obra e um eletricista conseguiram escapar. 

A polícia cercou a área. Três viaturas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e cinco viaturas do Corpo de Bombeiros foram encaminhadas ao local. 

Um funcionário que trabalhava no local na hora do desabamento, afirmou que o prédio foi comprado pela 'Rede Krill' - em 2013, uma marquise da mesma rede de supermercado desabou e matou uma mulher também no Jardim Casqueiro. Ele não sabe o que seria feito do local, mas estavam trabalhando na obra há 20 dias. 

O prédio, que fica perto de uma escola de ensino fundamental, foi vendido há três meses e estava em reforma. As lojas que funcionam na parte de baixo do local estavam fechadas, pois tinham sido esvaziadas para reforma. 

Um prédio comercial, onde funcionava uma autoescola, desabou às 8h50, na Avenida Brasil, no Casqueiro em Cubatão (Foto: Luana Fernandes/DL)

De acordo com o comerciante Luiz Gustavo Menezes, que trabalha em uma serralheria situada ao lado do prédio, foi possível sentir o local tremer. "Subiu muita fumaça, tremeu todos os prédios ao lado". 

O Secretário de Obras da Prefeitura, Silvano Lacerda, está no local acompanhando os trabalhos. 

Em nota, a Prefeitura de Cubatão informa que:

"O imóvel comercial funcionava com lojas no piso térreo e superior, onde ocorreu o desabamento. Segundo informações apuradas no local, o imóvel estava passando por obras. Cinco trabalhadores estavam no pavimento superior no momento do acidente, sendo que dois conseguiram sair ilesos. Os outros três ficaram presos nos escombros e já foram encaminhados ao PS Central. As vítimas Merquides Custódio Santos Junior, de 28 anos, e José Carlos Gomes da Silva, de 53 anos, chegaram conscientes, com suspeita de traumas, e passaram por exames de raio X e tomografia. Os dois tiveram trauma na bacia e Merquides já foi encaminhado para a sala de cirurgia. A terceria vítima, Cosme Andrade da Silva, de 22 anos, teve escoriações leves, já foi atendido e deve ser liberado nas próximas horas.

Devido ao acidente, a rede de telefonia foi atingida e os telefones naquela região não estão funcionando. Quem precisar entrar em contato com o SAMU, que fica próximo ao local do acidente, deve ligar para o 193 (Corpo de Bombeiros).

Reforma do imóvel – O projeto para a reforma foi protocolado no dia 24 de fevereiro na Prefeitura de Cubatão e não possuía autorização para início da obra. No dia 6 de março, o imóvel foi vistoriado por um fiscal da Secretaria de Obras, que não constatou, naquele momento, nenhuma movimentação no local. O projeto encontra-se em análise por técnicos da Prefeitura, dentro do prazo de 60 dias para a autorização ou não dos serviços.

A Administração já determinou a apuração dos fatos relacionados ao acidente. Técnicos da Defesa Civil permanecem no local acompanhando o trabalho do Corpo de Bombeiros."