X
Cotidiano

Praia Grande promove força-tarefa para fiscalizar medidas restritivas durante o feriado

Durante os três dias de trabalhos (de 09/07 a 11/07), foram registradas 76 demandas

As forças-tarefas ocorrem diariamente e têm como objetivo orientar, notificar e autuar munícipes e comerciantes / Divulgação/PMPG

A Prefeitura Praia Grande promoveu uma intensa força-tarefa no último feriado, dia 9 de julho, e fim de semana para fiscalizar ações irregulares em desconformidade com a legislação criada para enfrentamento à pandemia da covid-19. Durante os três dias de trabalhos, foram registradas 76 demandas no total.

Comandadas pela Secretaria de Urbanismo (Seurb), com a participação da fiscalização da Secretaria de Assuntos de Segurança Pública (Seasp), Secretaria de Trânsito (Setran) e o apoio da Polícia Militar, as forças-tarefas ocorrem diariamente e têm como objetivo orientar, notificar e autuar munícipes e comerciantes que não estejam cumprindo com as determinações impostas na fase vigente do Plano São Paulo.

Foram registradas 61 orientações e 15 notificações ao longo desse período. Também foram contabilizados 3 eventos irregulares com aglomeração que foram encerrados, sendo os responsáveis multados no valor de R$ 5.000,00.

Autos de infração

Os autos de infração variam de acordo com o tipo de irregularidade cometida. O valor de R$ 5.000,00 é cobrado quando há aglomeração de pessoas, onde o proprietário do imóvel ou responsável pelo evento é autuado por colaborar e promover a irregularidade. Já o valor de R$ 1.000,00 é cobrado dos comerciantes que excedem o horário de funcionamento permitido.

Outras multas também podem ser aplicadas, como a de não uso da máscara, sendo individual ou coletiva dentro dos estabelecimentos comerciais. Nas ruas, a responsável pela fiscalização é a Guarda Civil Municipal.

Para o Subsecretário de Controle Urbano (Contru) da Seurb, Leonardo Conti Santos, o feriado teve um saldo positivo em relação ao cumprimento das normas estabelecidas contra a Covid-19 por parte dos munícipes. “Os fins de semana e feriados costumam apresentar mais denúncias de aglomerações e descumprimentos de normas. Porém, estamos percebendo que as pessoas estão mais cuidadosas e responsáveis. A conscientização e divulgação das medidas de proteção estão ajudando, além do trabalho que os Agentes de Fiscalização e GCM têm realizado constantemente”.

Conti também reforçou a importância da população no combate às irregularidades. “As denúncias de festas e aglomerações são muito importantes para ajudar nesse trabalho e garantir uma melhora no quadro da pandemia em nossa Cidade. Contamos com a população”.

Denúncias

No caso de denúncia por perturbação da ordem pública ou aglomerações indevidas, os munícipes devem procurar a Ouvidoria Municipal, no telefone 3496-2281 (opção 1) e no 162; ou a Guarda Civil Municipal, no telefone 153.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Dois PMs morrem com suspeita de febre maculosa durante curso

Vítimas eram instrutores da COPC, que teve uma fase de curso em área de mata. Casos seguem em análise pela Fiocruz

Se já estava ruim, vai piorar! Petrobras anuncia novo aumento nas refinarias

Reajuste passa a valer nesta terça-feira (26) para gasolina e diesel

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software