PF prende acionista da Galvão Engenharia pela Operação Lava Jato

A empresa é uma das 16 empreiteiras alvo da investigação sobre propinas, corrupção e carteirização na Petrobras

Comentar
Compartilhar
27 MAR 201511h58

A PF prendeu na manhã desta sexta-feira, 27, o empresário Dario Galvão, da empreiteira Galvão engenharia. A prisão de Dario Galvão foi decretada pelo juiz Sergio Moro, que conduz todas as ações penais da Operação Lava Jato. A PF executa, pelo menos, outros dois mandados de prisão.

A Galvão engenharia é uma das 16 empreiteiras alvo da investigação sobre propinas, corrupção e carteirização na Petrobras.

Na última quarta-feira, 25, a Galvão protocolou no Rio de Janeiro pedido de recuperação judicial, alegando dificuldades financeiras por causa de inadimplência, inclusive da Petrobras.

Um dos executivos da empreiteira, Erton Medeiros, está preso desde novembro.

Nos últimos dias, dois empreiteiros fizeram revelações à força tarefa da Lava Jato, acerca do envolvimento de outros empresários. Um deles é Gerson Almada, da Engevix Engenharia. O outro é o empreiteiro Ricardo Pessoa, da UTC Engenharia.

Dario Galvão é alvo de ordem de prisão preventiva.