Papa envia mensagem de solidariedade à família de jornalista norte-americano

A mensagem do pontífice foi lida no final da cerimônia religiosa na igreja de Rochester, New Hampshire, nos EUA, da congregação a que pertencem os pais de James Foley

Comentar
Compartilhar
25 AGO 201410h56

O papa Francisco pediu orações contra a “violência insensata” e pelo “amanhecer de paz e reconciliação entre os homens”, numa mensagem lida durante missa pelo jornalista norte-americano James Foley.

A mensagem do pontífice foi lida no final da cerimônia religiosa na igreja de Rochester, New Hampshire, nos Estados Unidos, da congregação a que pertencem os pais de Foley, morto na semana passada por extremistas do Estado Islâmico no Iraque.

O papa, na mesma carta, disse que se une à dor dos parentes, amigos e colegas do jornalista e que vai rezar por Foley.

Na última quinta-feira (21), Francisco falou pelo telefone com a mãe do jornalista e, segundo os serviços de imprensa do Vaticano, “ficou fortemente impressionado pela grande fé da mulher”.

Foley tinha 40 anos e pertencia a uma família católica. Estudou na Marquette University, uma instituição acadêmica de jesuítas no estado do Wisconsin.

James Foley foi morto na semana passada por extremistas do Estado Islâmico no Iraque (Foto: Divulgação)