Grã-Bretanha está perto de identificar extremista que decapitou jornalista

Segundo ele, a identificação só foi possível através do uso de tecnologias de identificação de voz sofisticadas, além de outras informações

Comentar
Compartilhar
24 AGO 201415h55

 A Grã-Bretanha está perto de identificar o militante do grupo extremista Estado Islâmico que é visto em um vídeo decapitando o jornalista norte-americano James Foley, informou neste domingo o embaixador da Grã-Bretanha nos Estados Unidos, Peter Westmacott.

O embaixador se recusou a confirmar notícias de que o governo já teria identificado o suspeito que aparece no vídeo, mas disse à rede de televisão CNN que o país "está muito perto" de identificá-lo.

 A Grã-Bretanha está perto de identificar o militante do grupo extremista Estado Islâmico que é visto em um vídeo decapitando o jornalista norte-americano James Foley (Foto: Divulgação)

Segundo ele, a identificação só foi possível através do uso de tecnologias de identificação de voz sofisticadas, além de outras informações. O suspeito do vídeo aparentemente tem um sotaque britânico.

Foley era um dos vários estrangeiros mantidos reféns pelo grupo extremista.