Ocidente está preparado para aumentar sanções sobre a Rússia, diz Cameron

O primeiro-ministro do Reino Unido lembrou que os líderes do Ocidente concordaram em implementar sanções mais duras caso o acordo negociado em Minsk falhe

Comentar
Compartilhar
05 MAR 201517h52

O primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, afirmou hoje que ele e outros líderes europeus estão preparado para elevar as sanções para "um nível completamente diferente" caso Moscou aumente sua participação no conflito.

"Se a Rússia quiser rasgar o livro de regras do século 21 e desestabilizar um país soberano, então o resto do mundo precisa se prepara para dizer a Rússia: "bom, você não pode fazer isso e ainda manter acesso aos mercados internacionais, ao sistema internacional", disse Cameron.

Cameron lembrou que os líderes do Ocidente concordaram em implementar sanções mais duras caso o acordo negociado em Minsk falhe. Ele disse também que pode elevar as sanções para "um nível completamente diferente" caso aconteça um novo incidente como o de Debaltseve, um entroncamento ferroviário estratégico que foi tomado por rebeldes no mês passado. Oficiais europeus disseram que essa foi uma clara violação do tratado.