X

Cotidiano

Obras de ampliação de piscinas seguem abandonadas em Cubatão

Em dezembro passado o Diário denunciou a situação de abandono do Centro Esportivo Armando Cunha, no Jardim Casqueiro

Da Reportagem

Publicado em 22/10/2018 às 10:43

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Um ano e nenhuma mudança: após prever a entrega da obra para meados deste ano, Prefeitura afirma agora que trabalha no projeto de reforma / Rodrigo Montaldi/DL

Quase um ano e nenhuma mudança: essa é a situação da obra de ampliação das piscinas do Centro Esportivo Armando Cunha, no Jardim Casqueiro, em Cubatão. Em dezembro passado o Diário denunciou a situação de abandono do complexo. Na ocasião, a Prefeitura destacou que a previsão era que a obra fosse concluída até o meio deste ano. A situação se arrasta há quase cinco anos e é alvo de diversas reclamações de munícipes.

Na semana passada, um post nas redes sociais denunciava a situação a situação do Centro Esportivo. Na imagem, o abandono das piscinas dividia espaço com o mato alto. Dezenas de munícipes compartilharam lembranças do tempo em que o espaço sediava campeonatos de natação.

Após a postagem, a reportagem esteve no local e constatou que o serviço de capinação foi executado, mas a piscina ainda acumulava água parada por conta das chuvas dos últimos dias. O local permanece cercado por tapumes e sem qualquer vislumbre de obra. 

O Centro está aberto e oferece atividades esportivas normalmente. A única área que está com as atividades suspensas ainda é a piscina.

O diário acompanha desde dezembro de 2015 a situação. Na época da reportagem, os dados coletados mostraram que a obra estava paralisada desde fevereiro de 2014.

Prefeitura

Por nota, a Prefeitura de Cubatão informa que o Centro Esportivo Armando Cunha está incluído em uma ampla reformulação que incluirá reforma total do próprio público, recuperação da iluminação, reparos e instalação de aquecimento solar para as piscinas, entre outras melhorias. O projeto básico e detalhado sobre essa reforma deve estar concluído este ano, seguindo, assim, o processo licitatório. O modelo de reforma do Centro Esportivo do Jardim Casqueiro segue a mesmo adotado para recuperação de outros centros esportivos da cidade e é uma das prioridades da atual administração. 

Em relação à água parada, a informação é de que houve um período de fortes chuvas, acumulando água na piscina. Essa retirada só é possível por meio de uma bomba especial e o procedimento já foi solicitado e deve acontecer em breve. A Chefia de Zoonoses, responsável pelo controle de endemias na cidade, informou que o Centro Esportivo como um todo é um imóvel especial e está cadastrado no Programa de Vetores da Zoonoses, recebendo a visita periódica dos agentes de endemias que não foram encontrados focos do mosquito da dengue no local.

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Diário Mais

Saiba mais sobre o Holocausto, que não matou apenas judeus

Muitas pessoas acreditam que o grupo extremista de Hitler matou apenas judeus

Diário Mais

Conheça os participantes do BBB 24 mais ricos nas redes sociais

Redes sociais podem se tornar a principal fonte de renda para os participantes; postagem de Pipoca já vale R$ 170 mil

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter