Número oficial de mortos após tufão nas Filipinas sobe para 1.774

O Conselho de Gerência de Redução de Riscos e Desastres Nacionais elevou os números após a chegada de informações de áreas atingidas nas sexta-feira

Comentar
Compartilhar
11 NOV 201315h20

O governo filipino elevou o número de mortos em consequência da passagem do tufão Haiyan para 1.744. O Conselho de Gerência de Redução de Riscos e Desastres Nacionais elevou os números após a chegada de informações de áreas atingidas nas sexta-feira.

No domingo, o presidente Benigno Aquino III fez um apelo para que não se exagerasse no número de mortos, depois que autoridades da província de Leyte dizerem que a quantidade de mortos poderia subir para 10 mil, o que seria o pior desastre já registrado no país.

O governo manteve o número oficial de 255 durante a maior parte desta segunda-feira. A elevação para 1.774 indica que as equipes de resgate estão chegando a comunidades isoladas e que está ocorrendo a restauração dos serviços de telecomunicação em algumas áreas, o que permite a transmissão dos dados.

O conselho disse que cerca de 10 milhões de pessoas em 42 províncias foram afetadas e mais de 28 mil casas ficaram danificadas.

Imagem aérea divulgada pelo Malacanang Photo Bureau da cidade de Tacloban, na província de Leyte, ao centro das Filipinas (Foto: Associated Press)