Número de mortes no trânsito reduz quase 50% em um ano

O resultado indica que a cidade segue a meta estipulada pela Organização Mundial de Saúde (OMS). No ano passado foram registrados 28 óbitos, contra 54 em 2012

Comentar
Compartilhar
11 JUN 201410h49

Um levantamento da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) de Santos, em conjunto com a Polícia Militar, aponta que o número de mortes no trânsito na cidade caiu 48% em 2013 comparando com o ano anterior. O resultado indica que a cidade segue a meta estipulada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), que visa reduzir em até 50% os acidentes fatais no trânsito entre 2011 e 2020.

No ano passado foram registrados 28 óbitos, contra 54 em 2012. “É um indicador altamente positivo, pois enquanto no Brasil o índice de acidentes com mortes aumenta, em Santos esse número diminui”, afirma o presidente da CET, Antonio Carlos Silva Gonçalves, lembrando que Santos também participa do Pacto Nacional pela Redução de Acidentes de Trânsito (Parada), programa ligado ao Governo Federal.

Para ele, o declínio dos números de acidentes e mortes no trânsito se deve a ações implementadas pela CET em âmbito educativo, fiscalização e de engenharia de tráfego. 

Foram registrados 28 óbitos por acidente de trânsito (Foto: Matheus Tagé/DL)

O balanço registra também queda em outros indicadores. As mortes com pedestres, por exemplo, caíram de 18 para 16 resultando (diminuição de 11%). As vítimas fatais envolvendo ciclistas cairam de 4 para 1 (-75%) e de motociclistas, de 24 para 10 (-58%).