Nível de água no Cantareira fica estável pelo quinto dia consecutivo

A região do Cantareira registrou precipitação acumulada de 44,3 milímetros desde o início do ano, menos da metade da média histórica de 89,8 milímetros para o mês

Comentar
Compartilhar
25 ABR 201511h39

O nível de água armazenada no Sistema Cantareira ficou estável pelo quinto dia consecutivo, em plena época de chuvas na região Sudeste. Desde o dia 21 de janeiro o indicador permanece em 20 1%, segundo dados divulgados nesta manhã pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). Já são 83 dias desde a última queda no volume de água armazenada.

Até o momento este é o número atualizado pela Sabesp em relação ao Cantareira desde ontem. A companhia ainda não publicou dados referentes ao volume negativo (considerando que o sistema opera apenas com o chamado volume morto) de água, conforme havia sido determinado pela Justiça Federal. A companhia também não divulgou um terceiro padrão de medição, o qual leva em consideração o volume útil acrescido do volume de reserva técnica.

Em sua página eletrônica, a Sabesp informa que a atualização de tais dados ocorre entre 9h e 10h. Os dados divulgados para esses dois padrões de medição, contudo, ainda são referentes ao dia 24 de abril. Ontem, o nível de água armazenada do Cantareira era de -9,2% e 15,5%, respectivamente.

Nível de água no Cantareira fica estável pelo quinto dia consecutivo (Foto: Vágner Camps/A2)

O único dado divulgado nesta manhã mostra que o nível do Cantareira permaneceu estável em um dia em que não houve chuva no manancial. O conceito no qual o nível de armazenagem permanece em 20,1% leva em consideração a divisão do volume armazenado pelo volume útil, desconsiderando o volume morto incorporado ao sistema desde o ano passado.

A região do Cantareira registrou precipitação acumulada de 44,3 milímetros desde o início do ano, menos da metade da média histórica de 89,8 milímetros para o mês.

Outros mananciais

Assim como o Cantareira, outros três sistemas também apresentaram estabilidade entre ontem e hoje. É o caso dos sistemas Alto Tietê (22,4%), Guarapiranga (82,6%) e Rio Claro (46,7%).

Os sistemas Alto Cotia e Rio Grande, por outro lado, apresentaram retração. O nível de água armazenada no Alto Cotia caiu de 65,9% para 65,7% entre ontem e hoje. No caso do sistema Rio Grande, a queda também foi de 0,2 pontos porcentuais, de 96% para 95,8%. Ambos os sistemas não registram chuva nas últimas 24 horas.