Jovens do ’Guerreiros sem Armas’ chegam nas comunidades

Iniciaitva envolve as comunidades da Vila Progresso e Caminho da União, além da Prainha (Guarujá), com a chegada de 60 jovens de 18 países.

Comentar
Compartilhar
14 JAN 201411h23

O espírito transformador começou, na sexta-feira (10), a envolver as comunidades da Vila Progresso e Caminho da União, além da Prainha (Guarujá), com a chegada de 60 jovens de 18 países. É o 8º ‘Guerreiros Sem Armas’, programa do Instituto Elos que visa formação vivencial de jovens em liderança e empreendedorismo social para transformação de realidades em qualquer lugar do mundo.

As atividades iniciaram dia 6 com a comitiva de brasileiros e estrangeiros. Agora, dividida em três grupos, terá 20 dias para desenvolver ações positivas e sustentáveis com a comunidade. “No processo, eles buscarão quais os sonhos que a população quer realizar junto”, diz um dos co-fundadores do Elos, Rodrigo Rubido.

O grupo que está na Vila Progresso participou de atividades na Igreja Bom Jesus e deu os primeiros passos pela comunidade. Todos estão alojados no Cefas (Centro de Formação Para o Apostolado de Santos), no Jabaquara, e foram selecionados entre 800 jovens de 59 países, com apoio da Fundação Caixa Socioambiental, parceria do Instituto Asas e da empresa Santos Brasil e apoio institucional da prefeitura.

Em 2012, o professor de jiu-jitsu Felipe de Souza, 33, do Guarujá, viu de perto sua comunidade ser transformada pela iniciativa. Hoje, integra o grupo que atuará na Vila Progresso. “Ver minha comunidade modificada me deu uma nova direção na vida e me motivou a participar como 'guerreiro”.