Investimentos em segurança resultam em queda de crimes em Peruíbe

Sistema de monitoramento já conta com 868 câmeras, distribuídas em 65 pontos fixos na Cidade

Comentar
Compartilhar
20 SET 2021Por Nayara Martins07h00
Entre os principais locais monitorados por câmeras estão as entradas da Cidade, na Avenida João Abel, Padre Anchieta e outrasEntre os principais locais monitorados por câmeras estão as entradas da Cidade, na Avenida João Abel, Padre Anchieta e outrasFoto: Nair Bueno/DL

O município de Peruíbe tem garantido bons resultados no combate à criminalidade com os investimentos em segurança, nos últimos quatro anos. A Guarda Civil Municipal (GCM) de Peruíbe passou a ter acesso ao Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública (Sinesp Infoseg), uma plataforma do Ministério de Justiça e Segurança Pública que integra as diversas bases de dados das secretarias de Segurança Pública.

A inclusão foi feita pela Coordenação Geral e Integração de Dados da Secretaria Nacional de Segurança Pública, que cadastrou os agentes municipais como usuários do sistema.  

A plataforma é de uso restrito aos profissionais de segurança pública, justiça, fiscalização e órgãos de controle. E permite a pesquisa inteligente de dados e informações referentes a indivíduos, veículos, armas e outras informações essenciais nos processos investigativo

A integração auxilia o trabalho de “cerco eletrônico” instalado pelo prefeitura do município. Atualmente, o Centro Operacional de Peruíbe (COP), em operação desde novembro de 2017, possui equipamentos de alta tecnologia compostos por câmeras com sistema OCR (reconhecimento ótico de caracteres) com o objetivo de reforçar a segurança na Cidade.

A malha de vídeo monitoramento possui 868 câmeras, distribuídos em 65 pontos fixos que monitoram as principais vias, prédios públicos e locais de grande circulação pública do município.

Os dados detectados pela leitura automática das placas de veículos são consultados no Sinesp, que informa em poucos segundos e emite um alerta sonora para o COP, caso apontem restrições, sinistros, boletins de ocorrências ou suspeitas de participação em atividades criminosas.     

“Investimentos em tecnologia avançada vão aumentar o poder de controle de monitoramento e efetividade das ações policiais, reduzindo a criminalidade no município”, destaca o prefeito Luiz Maurício (PSDB).

As estatísticas da Secretaria Estadual de Segurança Pública mostram que Peruíbe reduziu os principais indicadores de crimes contra o patrimônio. No período de 2017 a 2020, os furtos caíram 6% e os roubos 37% no município. 

Entre os principais locais monitorados por câmeras estão as entradas da Cidade, na avenida João Abel, no Jardim Icaraíba, nos bairros Veneza, Caraguava e ainda na rua Finlândia, no bairro São Luiz, além das avenidas Padre Anchieta, Luciano de Bonna e Mário Covas, com maior fluxo de veículos. 

Leitura de placas

O diretor do Departamento de Tecnologia e Gestão da Informação (DTGI), Rodrigo Campos, explica que a tecnologia de leitura de placas já está em funcionamento nos pontos definidos e os veículos têm as imagens das placas capturadas.
“Todo o sistema que projetamos já previa a implantação dessas tecnologias (LPR/LAP/OCR e reconhecimento facial). Todas as 868 câmeras que já implantamos suportam essas tecnologias”, explica.

Nas vias, a prefeitura tinha 40 pontos de monitoria e ampliou para 76, sendo 20 deles com a tecnologia de reconhecimento de placas veiculares. “Para o reconhecimento facial temos à disposição 52 câmeras em vias públicas e mais 780 que estão instaladas nos próprios municipais”, completa. 

Temporada

O secretário de Defesa Social, José Romeu Dutra, afirma que a GCM deve ter um reforço na área da segurança, com mais uma viatura na próxima temporada de verão. 

Outro projeto a ser implantado é a Atividade Delegada. “O objetivo é que os guardas municipais possam atuar em conjunto com a Polícia Militar em diversos tipos de ocorrências”, frisa o secretário.

As câmeras também são utilizadas para realizar uma fiscalização no setor de trânsito do município. “Já foram afixadas as placas nos locais onde podem ser feitas algumas autuações por meio do vídeo monitoramento”, explica o comandante da GCM, Tiago Alberto Cosme da Silva.

A Guarda Civil Municipal conta com 54 homens e uma frota com quatro viaturas, além de mais duas que atuam na fiscalização de postura.     

Moradores que perceberem alguma situação suspeita podem acionar a GCM, por meio do número 153. (Nayara Martins)