Inscrição para prova de promoção salarial dos funcionários do apoio escolar termina amanhã

Servidores da Secretaria interessados em participar da avaliação inédita que eleva salário em até 35% podem fazer inscrição até as 18 horas de quinta-feira

Comentar
Compartilhar
18 DEZ 201319h08

A Secretaria da Educação do Estado recebe até amanhã, 19 de dezembro, as inscrições para a prova de promoção para funcionários do quadro de apoio escolar das 5 mil unidades de ensino da rede estadual paulista.

A prova será realizada pela primeira vez e podem fazer inscrição agentes de organização, agentes de serviço e secretários de escola interessados em participar do processo que possibilita o aumento do salário. O interessado pode se inscrever até as 18 horas desta quinta-feira e mais informações estão no Portal da Educação: www.educacao.sp.gov.br.

Ao todo, cerca de 30 mil servidores, que têm um mínimo de cinco anos de efetivo exercício, podem se inscrever, sendo cerca de mil deles da região da Baixada Santista. A participação é confirmada após preenchimento de outros pré-requisitos, entre eles assiduidade, possuir certificado de Ensino Médio ou equivalente – para os cargos de agente de serviços escolares e agentes de organização escolar – e diploma de graduação de nível superior – nos casos dos secretários de escola.

O exame está previsto para fevereiro, em data que será divulgada no Diário Oficial do Estado, e vai se repetir a cada dois anos.

"Com esta iniciativa reforçamos o compromisso da valorização dos nossos profissionais, um dos pilares da gestão. Os servidores do quadro de apoio escolar poderão ser promovidos para a faixa salarial imediatamente superior àquela em que se encontram hoje, com percentual de aumento de 20% para os agentes de serviços escolares e 35% para os agentes de organização escolar e secretários de escola", afirma o secretário da Educação, professor Herman Voorwald.

No processo de promoção para educadores, com resultados divulgados em novembro, foram mais de 16 mil profissionais promovidos. Com isso, a Secretaria aumentou em R$ 5,6 milhões a folha de pagamento mensal da rede de ensino.

Os professores, supervisores de ensino e diretores conquistaram um novo salário após passar por processo de desempenho, com ganhos salariais mensais de até R$ 472 entre educadores que passaram da faixa 3 para faixa 4.