Iêmen: grupo xiita tomam aeroporto e terceira maior cidade do País

Ontem, o grupo de rebeldes, conhecido como houthi, convocou uma ofensiva contra os órgãos estatais controlados pelo presidente Abed Rabbo Mansour Hadi

Comentar
Compartilhar
22 MAR 201512h04

Rebeldes xiitas do Iêmen simpatizantes do ex-presidente Ali Abdullah Saleh tomaram a terceira maior cidade do país, Taiz, e o aeroporto neste domingo, informaram fontes militares.

A tomada da cidade pode ser um grande golpe ao atual presidente, Abed Rabbo Mansour Hadi, exilado na cidade de Áden após fugir da capital Sanaa no mês passado. A distância entre Taiz e Áden é de 140 quilômetros.

Ontem, o grupo de rebeldes, conhecido como houthi, convocou uma ofensiva contra os órgãos estatais controlados pelo presidente Abed Rabbo Mansour Hadi. O pedido foi feito minutos após o presidente fazer seu primeiro discurso depois de ser libertado de prisão domiciliar na capital Sanaa. Hadi descreveu, em suas falas, a gestão dos rebeldes como um golpe contra a legitimidade constitucional.