Guardas Civis de Praia Grande passam por capacitação para operar unidade móvel

Base móvel será usada no programa “Crack, é Possível Vencer”

Comentar
Compartilhar
26 AGO 201416h15

Cerca de 20 Guardas Civis Municipais (GCMs) de Praia Grande participaram da capacitação de operação de unidade móvel, microônibus de comando, controle e vídeo monitoramento do Programa Crack é Possível Vencer, do Governo Federal. O treinamento ocorreu nas quinta e sexta-feira (21 e 22), na sede da corporação, no bairro Quietude.

Os GCMs tiveram explanação sobre mecânica veicular básica e operação do sistema de monitoramento da câmera instalada no veículo. Os agentes deverão receber em breve capacitação voltada para tecnologia da informação, com abordagem sobre o software e câmera de monitoramento que serão utilizados.

No início deste mês, a GCM de Praia Grande recebeu a base móvel de última geração que será usada como uma das principais ferramentas do programa “Crack, é Possível Vencer”, do governo federal, e que está sendo implementado na Cidade. 

O micro-ônibus é equipado com cinco câmeras externas, sendo uma delas Domo (giratória), três monitores que transmitem as imagens captadas pela câmera, central de controle, espaço para reuniões e banheiro. As imagens que forem captadas pelas câmeras serão transmitidas também para a Central de Videomonitoramento da Prefeitura.

A base móvel vai complementar o trabalho que já está sendo realizado pela GCM nas áreas consideradas como prioritárias em relação ao consumo de drogas. Os locais já foram mapeados e a Guarda está fazendo a saturação dessas áreas onde a base móvel será usada exclusivamente para acompanhar o trabalho.

A região conhecida como Parque Acaraú, próximo à área de transbordo, no bairro Glória, e o Calipal estão entre os pontos monitorados pelo programa.

Além do veículo, a corporação adquiriu através de verba do Programa Crack é Possível Vencer, 50 pistolas de eletrochoque, 150 espargidores de gás pimenta, duas motocicletas e dois veículos voyage. 

O inspetor de vídeomonitoramento da GCM, Alexandre Nascimento, que também participou da capacitação, explica que todos os guardas que passaram pelo treinamento serão agentes multiplicadores das informações. “O programa “Crack, é Possível Vencer” atua em três eixos: cuidado, prevenção e autoridade, do qual a GCM participa. O objetivo deste trabalho é a reintegração social do usuário. 

Queremos atuar na ajuda à essas pessoas que precisam do tratamento adequado”.
Para o sucesso do programa no Município, diversas secretarias trabalham integradas, entre elas a de Saúde (Sesap) e de Promoção Social (Sepros).

Avança PG - Lançado no final de 2013 pela Prefeitura de Praia Grande, o Programa Avança PG é um conjunto de ações programadas para o triênio 2014-2016, distribuídas por dez grandes eixos de atuação, de acordo com os setores do Município. Os trabalhos realizados através do Carck é Possível vencer, fazem parte do eixo Cidade Segura que prevê mais estrutura na luta contra a dependência química, entre outras ações como aquisição de mais câmeras.

Programa - Lançado em dezembro de 2011, o programa é um conjunto de ações do Governo Federal para enfrentar o crack e outras drogas. Com investimento de R$ 4 bilhões e articulação com os estados, Distrito Federal e municípios, além da participação da sociedade civil, a iniciativa tem o objetivo de aumentar a oferta de tratamento de saúde e atenção aos usuários de drogas, enfrentar o tráfico e as organizações criminosas e ampliar atividades de prevenção.