Força tarefa empareda estabelecimento embargado no Centro de Santos

O imóvel na Rua Braz Cubas, 64, funcionava como hospedaria mas não possuía alvará, apresentava indícios de incentivo à prostituição e precárias condições de higiene

Comentar
Compartilhar
26 MAR 201518h45

Em sequência à força-tarefa que fechou cinco hotéis no Centro, na última semana passada, a Prefeitura emparedou nesta quinta (26) um dos estabelecimentos que não cumpriu o embargo. O imóvel na Rua Braz Cubas, 64, funcionava como hospedaria mas não possuía alvará, apresentava indícios de incentivo à prostituição e precárias condições de higiene. No local também foram encontrados entorpecentes.

Todas as entradas e saídas do imóvel foram emparedadas por funcionários da Subprefeitura da Região Central Histórica, ligada à Secretaria de Serviços Públicos (Seserp). Portas e janelas também foram lacradas.          

Durante a operação de ontem, uma equipe de 15 funcionários da Terracom fez a limpeza do imóvel. Foram retirados dois caminhões cheios de lixo e entulho. Fiscais da secretaria de Saúde desinsetizaram o prédio para prevenir a criação de possíveis focos do mosquito transmissor da dengue.

De acordo com a Chefe da Fiscalização Dirigida, da Secretaria de Finanças (Sefin), Gisleine Pontes Polverini, o estabelecimento não possuía sequer o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB).  “A situação estava tão crítica que foi necessário tomar essa providência. O emparedamento está sendo embasado em risco iminente à saúde”. A ação contou ainda com a participação da Guarda Municipal e agentes da CET.

Imóvel foi emparedado nesta quinta-feira (Foto: Divulgação/PMS)