Explosões de carros-bomba matam 15 pessoas no Iraque

Entre os mortos estava o coronel Muthana al-Jabri, o chefe da delegacia de polícia de Malaab, acrescentaram os oficiais

Comentar
Compartilhar
17 MAI 201516h41

Ataques com carros-bomba mataram 15 membros das forças de segurança, neste domingo, ma cidade sitiada de Ramadi, no Iraque que agora é ocupada em grande parte pelo grupo Estado Islâmico, afirmaram autoridades.

Oficiais do exército e da polícia disseram que quatro explosões de bombas simultâneas tiveram como alvo policiais que defendiam o distrito de Mallab, no sul de Ramadi, matando 10 pessoas e ferindo 15. Entre os mortos estava o coronel Muthana al-Jabri, o chefe da delegacia de polícia de Malaab, acrescentaram os oficiais.

Mais tarde, a polícia disse que três homens-bomba dirigiram seus carros carregados de explosivos contra o portão do Comando Operação Anbar, o quartel-general militar da província, matando cinco soldados e ferindo 12.

Violentos confrontos emergiram entre as forças de segurança e os militantes do Estado Islâmico depois dos ataques. Subsequentemente, os militantes do Estado Islâmico tomaram o controle da região de Mallab após as forças do governo se retirarem da área.

Enquanto isso, aeronaves de guerra iraquianas lançaram ataques aéreos contra posições do Estado Islâmico dentro de Ramadi, neste domingo, informou o Ministério da Defesa, sem fornecer mais detalhes.

Na semana passada, os militantes varreram Ramadi, as principais sedes governamentais e outras partes importantes da cidade. A operação marcou um grande revés para os esforços do governo iraquiano para expulsar os militantes das áreas que eles tinham invadido no ano passado.