Estudantes recebem homenagem do Proerd em São Vicente

Concurso de redação apoiado pelo Diário do Litoral reúne 15 textos sobre família e as drogas

Comentar
Compartilhar
23 JUN 2017Por Da Reportagem19h36
A iniciativa da Polícia Militar (PM) conta com a parceria do Diário do LitoralA iniciativa da Polícia Militar (PM) conta com a parceria do Diário do LitoralFoto: Rodrigo Montaldi/DL

Cinco finalistas do 1º Concurso de Redação do Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd) de São Vicente foram homenageados hoje (23) durante solenidade de formatura do programa, na Área Continental da cidade. A iniciativa da Polícia Militar (PM) conta com a parceria do Diário do Litoral, que selecionou o melhor texto entre as 15 escolas participantes do projeto neste semestre. A redação campeã será conhecida e divulgada na edição da próxima quarta-feira (28).

“Conversando com a minha mãe entendi um pouco mais e escrevi a redação. Tive o apoio dela para escrever”, disse Júlia Maria Abreu Garcia, que foi uma das finalistas do concurso. A menina, que é aluna do quinto ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Mário Covas Júnior, pretende ser advogada. “Gosto de defender as pessoas”, afirmou.

Júlia, que mora no Parque das Bandeiras é uma estudante dedicada. “É uma boa aluna, atuante e tem boas notas. A mãe é muito presente também”, afirmou a professora Rosana Maria de Araújo. A redação de Júlia foi escolhida entre aproximadamente 90 textos escritos por alunos participantes do Proerd na EMEF Mário Covas Júnior.

O tema proposto pelos policiais do Proerd foi trabalhado pela docente em sala de aula. “Nós reforçamos nas aulas de língua portuguesa. A redação da Júlia era simples, mas foi escolhida por tratar o assunto com sensibilidade”, destacou Rosana. O texto da estudante ressalta a tristeza da mãe que perdeu um ente querido para as drogas.

“A sociedade em geral é avessa à polícia e o programa mostra outra realidade e tem outra abordagem. É de fato necessário”, afirmou Cláudio Ramos, coordenador da EMEF Mário Covas.

Além de Júlia receberam homenagem outros quatro alunos da Área Continental que foram finalistas do concurso: Maria Isabel dos Santos Silva, da EMEF Caic Ayrton Senna da Silva; Gabriel Moreira, da EMEF Jorge Bierrenbach Sienra; Joyce Ferraz de Souza, da EMEF Saulo de Tarso; e, Natalli Oliveira, do Colégio Exemplo. A redação campeã será conhecida na próxima terça-feira (27) durante solenidade de formatura dos alunos do Proerd da Área Insular do município.

O prefeito Pedro Gouvêa (PMDB) ressaltou a parceria como ferramenta de sucesso para programas como Proerd. “Tenho uma grande admiração por esse programa da Polícia Militar em parceria com o município, porque é um programa virtuoso. O Diário do Litoral está de parabéns pela iniciativa. Nós entendemos que é exatamente isso. Esse conjunto de esforços que vai fazer com que a gente tenha uma sociedade melhor”.

Formatura

A formatura da turma do Proerd foi realizada no Ginásio Municipal Luiz Gonzaga, no Jardim Rio Branco. A solenidade reuniu mais de 300 pessoas entre alunos, familiares e autoridades. Cinco escolas da Área Continental participaram do programa neste semestre.

“O Proerd é uma forma da PM colaborar com a educação das crianças, encontrando caminhos possíveis para reduzir os índices de violência. O programa visa formar cidadãos melhores. A educação é o melhor caminho no combate à violência“, afirmou o Coronel PM Rogério Silva, comandante do policiamento da Baixada Santista e Vale do Ribeira.

Jepom

Presente na solenidade, o deputado estadual Caio França (PSB) destacou o anúncio da criação de 10 mil vagas para projeto semelhante ao Jepom, que será realizado em todo o estado de São Paulo a partir de 2018. O programa Jovens em Exercício do Programa de Orientação Municipal, realizado por mais de 10 anos em São Vicente, atendia jovens na faixa etária dos 18 anos oferecendo capacitação profissional e bolsa auxílio.  A iniciativa reduziu os índices de violência na cidade de acordo com pesquisa realizada em 2009 pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

“Serão mais de 10 mil vagas para todo o estado a partir do próximo ano e São Vicente também será contemplada. O projeto será nos moldes do extinto Jepom e fará parte do programa Via Rápida Jovem. É uma forma de dar oportunidade para os jovens a partir de um modelo que deu muito certo”, explicou o deputado.