Em Guarujá, 24 casais oficializam a união no Casamento Comunitário

Para este matrimônio coletivo, a união civil foi regularizada de março a novembro.

Comentar
Compartilhar
04 DEZ 201221h15

O sonho de 24 casais em oficializar a união pode ser concretizado no último sábado (01), em Vicente de Carvalho. A Paróquia Nossa Senhora das Graças (na Rua Padre Anchieta, 107, Vila Alice) realizou o Casamento Comunitário Coletivo, em um evento que fez parte da Festa da Padroeira da Igreja.
 
O casal Cibele Sanches Couto e Eduardo José Couto Júnior, que moram juntos há dois anos, procurou a cerimônia comunitária após o batismo. “Vimos que era preciso oficializar a nossa união e encontramos esta oportunidade. Afinal, já nos conhecemos há mais de 10 anos, fruto de uma amizade de longa data”, explicou Cibele.
 
Momentos antes da cerimônia, a noiva Ana Lúcia Almeida Lima França já apresentava bastante ansiedade e nervosismo. “Era um sonho me casar de vestido de noiva. Fico muito emocionada com esse momento especial na minha vida”, contou a jovem balconista de 23 anos, que vive há cinco anos com o técnico industrial, Fábio de Freitas França.
 
O pároco da Igreja, padre Jean Jacky Geneste fala da orientação da Igreja para que os casais oficializem a união. “Regularizar o matrimônio significa o compromisso de vida de formar e fortalecer a família vale a pena”.
 
A união civil foi regularizada de março a novembro, para reduzir a demanda de datas e horários que o Cartório Civil disponibiliza. A cerimônia celebrada por três padres da Paróquia foi finalizada com partilha de bolo e refrigerantes. O evento é organizado pela Pastoral da Família e contou com o apoio da Prefeitura de Guarujá.


O Casamento Comunitário Coletivo fez parte da Festa da Padroeira da Igreja (Foto: Divulgação)

Colunas

Contraponto