Cubatão dá novo prazo para reorganização dos caminhoneiros dos Bolsões 7, 8 e 9

Novas medidas foram autorizadas pela Administração Municipal em reunião nesta quarta-feira (23)

Comentar
Compartilhar
23 JUN 2021Por Da Reportagem20h58
Caminhoneiros estão acampados em frente a Prefeitura e pretendem ficar até que a Administração mude de ideia.Caminhoneiros estão acampados em frente a Prefeitura e pretendem ficar até que a Administração mude de ideia.Foto: Divulgação

A Prefeitura de Cubatão concedeu prazo de 60 dias para que os caminhoneiros residentes nos Bolsões Sete, Oito e Nove se reorganizem para adequarem o estacionamento de seus veículos de grande porte ao novo local proposto pela Administração, em um terreno no Jardim Casqueiro. A decisão foi tomada nesta tarde (23) durante reunião entre representantes do Executivo, do Legislativo, dos caminhoneiros e do sindicato da categoria.

O acordo vai formalizar junto ao Ministério Público a permanência do estacionamento desses caminhões (que já possuíam credenciamento) nas ruas dos Bolsões Sete, Oito e Nove. A medida vale por esses 60 dias, prorrogáveis se houver necessidade.

Ao mesmo tempo, os caminhoneiros que optarem por estacionar seus veículos de grande porte em um terreno já disponibilizado de maneira provisória pela Administração Municipal poderão fazê-lo. O local acomoda 60 caminhões e está situado dentro da empresa DaLastra, no Jardim Casqueiro.

A ideia é que durante esse período, a Prefeitura conclua as obras do Bolsão de Estacionamento Definitivo de Caminhões no terreno situado no prolongamento da Rua Otília da Cruz Ruivo, também no Casqueiro, que abrigará gratuitamente veículos de grande porte de trabalhadores do município, com segurança e equipamentos de apoio. O número de vagas disponibilizadas neste local ainda será estabelecido.

"Viver em sociedade requer equilíbrio. Fico feliz porque hoje venceram o diálogo, o bom senso e a boa política. Ressalto a importância dos caminhoneiros para a economia da cidade e sustento de suas famílias, por outro lado, precisamos respeitar os cidadãos que querem suas ruas e residências preservadas", afirmou o prefeito Ademário Oliveira.

A Companhia Municipal de Trânsito revogou, na semana passada, 38 licenças para estacionamento de caminhões em ruas do Bolsões Sete, Oito e Nove, conforme portaria publicada na edição 745 do Diário Oficial Eletrônico. O motivo foram os impactos negativos causados pela constante movimentação de veículos pesados nas ruas e avenidas desses bairros, completamente residenciais, problemas esses denunciados por vários munícipes ao longo do tempo.