Conselho de Assistência Social de Santos ganha prêmio nacional

O CMAS (Conselho Municipal de Assistência Social) ganhou o prêmio Egli Muniz, concedido pelo CNAS (Conselho Nacional de Assistência Social).

Comentar
Compartilhar
17 DEZ 201313h11

O CMAS (Conselho Municipal de Assistência Social) ganhou o prêmio Egli Muniz, concedido pelo CNAS (Conselho Nacional de Assistência Social). O trabalho desenvolvido em Santos concorreu com mais de 5.500 cidades e se destacou pelas práticas democráticas e por “produzirem resultados efetivos da atuação do controle social”. É a primeira edição do prêmio Mérito CNAS Egli Muniz. Santos ganhou na categoria Conselho Municipal de Assistência Social.

O presidente do CMAS e coordenador de Gestão do SUAS (Sistema Único de Assistência Social), da Secretaria de Assistência Social, Leandro Lapetina, irá a Brasília receber o prêmio na segunda-feira (16). Ele participará da abertura da 9ª Conferência Nacional de Assistência Social que segue até quinta (19).

O conselho teve, neste ano, participação na ampliação de serviços ofertados pela prefeitura no setor, como a criação do Centro Pop, para moradores de rua; a futura residência inclusiva, para deficientes; e a casa de acolhimento para mulheres em situação de rua. "Esse prêmio coloca Santos como ponto de referência no controle social da política de assistência social", diz o presidente Leandro.

O CMAS é formado por integrantes da administração municipal, representantes de organizações socioassistenciais, de trabalhadores do setor e usuários dos serviços.

O colegiado tem como funções:

- aprovar e acompanhar a política municipal de assistência social

- avaliar a gestão de recursos do setor

- acompanhar o acesso da população à assistência social e indicar propostas de inclusão e proteção social

- apresentar propostas à Lei de Diretrizes Orçamentárias.

Foto: Rogério Bomfim