Confronto entre rebeldes e Exército Sírio deixa 72 mortos

Entre as cerca de 250 pessoas presas no complexo, cerca de 150 são soldados, com suas famílias. Há também empregados civis, disse Abdel Rahman

Comentar
Compartilhar
11 MAI 201511h41

Pelo menos 72 sírios morreram no domingo, durante uma tentativa do Exército de libertar 250 defensores do regime capturados pelos rebeldes, indicou hoje o Observatório Sírio para os Direitos Humanos.

O presidente Bashar Al Assad tinha assumido pessoalmente o compromisso de resgatar as tropas e civis presos num complexo hospitalar desde que os rebeldes tomaram a cidade de Jisr Al Shughur, há duas semanas.

Quando o Exército tentou chegar ao complexo no domingo, os rebeldes promoveram um ataque, que resultou em intenso combate, causando a morte de pelo menos 40 rebeldes e 32 soldados, disse à AFP o diretor do Observatório, Rami Abdel Rahman.

Os confrontos continuaram durante a madrugada de hoje.

Entre as cerca de 250 pessoas presas no complexo, cerca de 150 são soldados, com suas famílias. Há também empregados civis, disse Abdel Rahman.