ESTADO DE ALERTA

Chuva persistente, maré elevada e mar agitado devem permanecer nesta segunda (20)

Dados do NPH-Unisanta e da Defesa Civil confirmam que chuvas insistentes e alta na maré vão se manter na Baixada Santista

Da Reportagem

Publicado em 19/02/2023 às 13:30

Comentar:

Compartilhe:

Ressaca em Santos, com mar avançando sobre a calçada e avenida da Orla / Nair Bueno/DL

Segundo o Núcleo de Pesquisas Hidrodinâmicas (NPH) da Unisanta, o estado de alerta na Baixada Santista deve se manter até esta segunda (20). Os ventos intensos associados ao avanço de uma frente-fria deixaram o mar agitado e provocaram sobrelevações no nível do mar. Na madrugada deste domingo (19), os sensores da Praticagem de São Paulo registraram ondas de 3,7 metros de altura e nível do mar de 2,1 metros na região da Baía de Santos. No interior do estuário, a maré ultrapassou 2,3 metros.

A previsão de maré elevada e mar agitado se mantém segundo indicam os modelos numéricos do NPH-Unisanta. O mar continuará agitado na região da Baía de Santos, com ondas do quadrante sul que podem superar 2 metros de altura significativa entre hoje (19) e segunda-feira (20).

Com relação ao nível do mar, a maré poderá ultrapassar 2 metros na Baía de Santos e 2,1 metros no interior do estuário, com picos na tarde de domingo (às 15h) e na madrugada de segunda-feira (às 03h), representando aumento de 80cm em relação à tábua de marés.

De acordo com o Plano Municipal de Contingência para Ressacas e Inundações de Santos, o estado de alerta se mantém devido à previsão de nível do mar acima de 2 metros na região da Baía de Santos.

Se as previsões oceanográficas se mantiverem, há possibilidade de alagamentos nos períodos de maré elevada e impactos nas estruturas urbanas costeiras no município de Santos devido a maré elevada conjugada à intensidade e direção das ondas.

Com relação a meteorologia, a Defesa Civil de Santos informa a previsão de chuva de forma persistente entre hoje e segunda-feira, com longa duração e intensidade forte, o que mantém condições para grande volume de precipitação ao todo. Além disso, a passagem do sistema causará intensificação dos ventos costeiros e risco de rajadas intensas em alguns períodos. Salienta-se, portanto, que o estado de Alerta também se mantém para as ocorrências relacionadas à intensidade da chuva e vento, com riscos para alagamentos e deslizamentos para a população de áreas de risco.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Praia Grande

Haja Paciência! Saída de Praia Grande tem 5 km de lentidão; veja trechos

O epicentro do problema acontece na Avenida Ayrton Senna

São Vicente

Equipe de companhia elétrica é espancada ao tentar cortar luz no Litoral de SP; VEJA

Caso aconteceu em São Vicente e um homem precisou ser hospitalizado

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter