Centenas protestam em Londrina em apoio a professores e contra Beto Richa

Os servidores usavam camisetas pretas e empunhavam cartazes contra o governador. A manifestação foi pacífica.

Comentar
Compartilhar
30 ABR 201515h26

Centenas de servidores públicos participaram no final da manhã desta quinta-feira, 30, no centro de Londrina, de um protesto contra a truculência da Polícia Militar ontem, na capital do Estado, que resultou em mais de 200 feridos - vinte deles policiais, segundo o Palácio Iguaçu.

Os servidores usavam camisetas pretas e empunhavam cartazes contra o governador Beto Richa (PSDB). A manifestação foi pacífica.

"A ação descabida da Polícia Militar causou vergonha não só para o Paraná, mas para o Brasil e o mundo", afirmou o presidente da Associação dos Professores do Paraná (APP) em Londrina, Antonio Marcos Gonçalves. A APP representa os professores do ensino médio e encabeçou os protestos contra a reformulação que permitiu o governo a usar recursos do fundo de pensão dos servidores estaduais como medida de ajuste fiscal. A mudança foi aprovada pela Assembleia Legislativa no final da tarde de ontem, enquanto a polícia, amparada por decisão judicial, dispersava os manifestantes.