Casa Branca diz que artigo sobre morte de Osama bin Laden é completamente falso

Segundo seu artigo, Osama bin Laden foi secretamente mantido como prisioneiro pelos paquistaneses, o que ajudou os Estados Unidos a encenarem o ataque

Comentar
Compartilhar
11 MAI 201518h36

A Casa Branca rejeitou e chamou de "completamente falso" o artigo do jornalista Seymour Hersh no London Review of Books que alega que o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, enganou o público sobre como os Estados Unidos mataram Osama bin Laden, há quatro anos.

O porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest, disse que o artigo é "crivado de inexatidões e falsidades".

Earnest observou que o ex-vice-diretor da CIA, Michael Morell parou ler o artigo ao perceber que cada frase estava errada.

O artigo alega que Barack Obama enganou o público sobre como os Estados Unidos mataram Osama bin Laden (Foto: Divulgação)

O jornalista Hersh atribui sua informação a um general aposentado do serviço de inteligência do Paquistão e de várias fontes não identificadas nos Estados Unidos e no Paquistão. Segundo seu artigo, Osama bin Laden foi secretamente mantido como prisioneiro pelos paquistaneses, o que ajudou os Estados Unidos a encenarem o ataque.

Já a administração de Obama diz que os paquistaneses não sabiam sobre o ataque com antecedência.