X

Cotidiano

Campanha Verão Limpo inicia este mês nas praias do Litoral

A ação é promovida pelo sexto ano pela ONG Ecologia em Movimento (Ecomov) em parceria com os Escoteiros da Região e Fundação Florestal de SP. As Unidades de Conservação e praias populosas são o alvo das organizações nesta temporada

Da Reportagem

Publicado em 15/03/2022 às 16:05

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Em março, o Emissário Submarino e a Ilha Porchat serão alvos da ação / Divulgação

A agenda de ações promovida pela organização em parceria com os Escoteiros da 13ª Região (Escoteiros do Ar), junto à Fundação Florestal do Estado de SP vem com a meta conscientizar os banhistas a respeito do lixo descartado nas praias em alta temporada. A entidade realiza uma pesquisa desde 2017 onde aponta a influência do micro lixo em alta temporada gerando o ''Lixo do Verão''. 

''Em média, mais de 40% dos resíduos encontrados em praias são de consumo local. Os mais achados são as tampinhas de garrafa pet, canudos, embalagens e fragmentos de plástico. O uso de embalagens alimentares comercializadas nas praias são os mais encontrados, um grande perigo para a fauna marinha '', afirma Rodrigo Azambuja, Presidente da Organização. 

Etapas

A agenda inicia a primeira etapa neste mês nas praias de Santos - Emissário Submarino (dia 19) - e São Vicente - Ilha Porchat (dia 26) - e segue a segunda etapa nos meses de abril e maio pelo Litoral Norte e Sul de SP, junto às Unidades de Conservação - Parques Xixová-Japuí (PEXJ), Ilhabela (PEIB) e Reserva de Desenvolvimento Sustentável Barra do Una (RDS Barra do Una).

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Ações 

As ações de limpeza de praia e das encostas e detecção de metais em solo serão os atrativos da agenda. Estudantes de universidades e escolas técnicas promovem trabalhos extracurriculares e atividades complementares associadas a uma pesquisa qualitativa online, através do celular, os voluntários irão abordar banhistas para obterem dados correlacionados com os resíduos encontrados. 

"Nas Unidades de Conservação -UC, a proposta é retirar uma tonelada de lixo de praias paradisíacas e preservadas que acabam recebendo lixo descartado em vias urbanas, manguezais e praias mais populosas, afirma bióloga marinha Juliana Teixeira Gonçalves. 

''O movimento de limpeza tem em comum a alta temporada no pós-verão. Tempo adequado de operação relativo ao impacto e permanência do plástico descartado de forma inadequada, também evitando aglomerações'', completa Juliana.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Educação

Pandemia faz disparar desigualdade na permanência de alunos na escola

A taxa média do Brasil de abandono nas escolas públicas de ensino médio era de 5,3% em 2019 e foi para 5,6% em 2021

CIAMP

CIAMP Rua será implantado nesta sexta-feira no Centro de Santos

Representantes de vários setores públicos, trabalhadores e entidades que atendem a população em situação de rua poderão pensar sobre quais políticas devem ser adotadas para assistir o segmento

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software