Banco Central já prevê dólar acima dos R$ 3 em 2015

O valor é maior que os R$ 2,85 da última ata do Copom e que causou surpresa pela distância em relação do valor do dólar negociado no dia do encontro da diretoria colegiada, de R$ 2,9790

Comentar
Compartilhar
26 MAR 201512h53

O Banco Central elevou para R$ 3,15 a taxa de câmbio usada como parâmetro para as projeções de inflação no Relatório Trimestral de Inflação (RTI). O BC levou em consideração a data de 13 de março como corte para confeccionar o relatório divulgado nesta quinta-feira, 26, pela instituição. Nesse dia, porém, a cotação do dólar fechou em R$ 3,26.

O valor é maior que os R$ 2,85 da última ata do Comitê de Política Monetária (Copom) e que causou surpresa pela distância em relação do valor do dólar negociado no dia do encontro da diretoria colegiada, de R$ 2,9790. O BC optou por trabalhar com um dólar defasado ao tomar a decisão de elevar a taxa Selic de 12,25% ao ano para 12,75% ao ano. Vale ressaltar que aquele foi o último dia que a moeda americana encerrou os negócios no Brasil comercializada abaixo de R$ 3,00. O dólar para abril, no dia da reunião do BC, fechou a R$ 3,0020. No Relatório Trimestral de Inflação de dezembro, a cotação usada pelo BC era de R$ 2,55.

Nesse dia, porém, a cotação do dólar fechou em R$ 3,26 (Foto: Agência Brasil)