Ataques aéreos são retomados no Iêmen após fim do cessar-fogo

Mais cedo neste domingo, centenas de políticos iemenitas e líderes tribais iniciaram conversas na Arábia Saudita sobre o futuro do país. Os rebeldes Houthis, porém, não estão participando

Comentar
Compartilhar
17 MAI 201523h45

Ataques aéreos promovidos por uma coalizão liderada pela Arábia Saudita contra rebeldes xiitas no Iêmen foram retomados após o final de um cessar-fogo humanitário na noite deste domingo. A informação foi confirmada por oficiais de segurança do Iêmen e testemunhas locais.

O prazo do cessar-fogo se encerrou às 23h no horário local (por volta das 17h no horário de Brasília). Os ataques aéreos começaram pouco depois, atingindo postos rebeldes e tanques em várias regiões da cidade de Áden. Os oficiais relataram os fatos sob condição de anonimato porque não estão autorizados a falar com jornalistas.

Mais cedo neste domingo, centenas de políticos iemenitas e líderes tribais iniciaram conversas na Arábia Saudita sobre o futuro do país. Os rebeldes Houthis, porém, não estão participando.

Os Houthis rejeitam o principal objetivo da rodada de três dias de conversas, que é o retorno do presidente iemenita exilado, Abed Rabbo Mansour Hadi. Também discordam da escolha da Arábia Saudita para sediar as negociações. A ausência dos Houthis significou que o diálogo nacional não deve obter sucesso em encerrar a violência.