Ataque em restaurante deixa 2 mortos na segunda maior cidade da Suécia

Em 2013 foram registrados 84 homicídios na Suécia, cerca de um quarto deles na região da grande Gotemburgo, segundo o Conselho Nacional para Prevenção de Crimes

Comentar
Compartilhar
19 MAR 201513h37

Homens com armas automáticas invadiram um restaurante na segunda maior cidade da Suécia, matando duas pessoas e ferindo mais de dez. Segundo a polícia, o tiroteio tem relação com disputas entre gangues.

A polícia disse que o restaurante, localizado num subúrbio de Gotemburgo, estava cheio quando os homens abriram fogo. Trata-se de um dos mais sérios incidentes envolvendo disparos de armas de fogo no país nos últimos anos. Não estava claro quem era o alvo ou a razão do ataque, mas a polícia disse que havia conhecidos integrantes de gangues no interior do local.

"Nossa avaliação é que este incidente tem a ver com conflitos entre gangues de Gotemburgo,'' disse o chefe da polícia regional Klas Friberg. A polícia havia estimado anteriormente o número total de feridos entre 10 e 15, mas Friberg disse que elas eram incertas.

A polícia informou que as vítimas eram dois homens na faixa dos 20 anos, mas não os identificou. Oito feridos foram levados ao hospital, um deles com ferimentos graves, informou Friberg, acrescentando que outras pessoas procuraram o hospital por conta própria por terem sofrido cortes e outros ferimentos.

Ninguém havia sido detido, mas várias pessoas foram interrogadas informou o policial.

Testemunhas disseram a meios de comunicação locais que os atiradores usavam máscaras quando entraram no restaurante no subúrbio de Biskopsgarden, na noite de quarta-feira. Um funcionário do restaurante, que não foi identificado, disse ao jornal sueco Aftonbladet que eles atiraram na cabeça das pessoas.

A taxa de homicídios na Suécia tem se mantido estável na última década, mas a polícia disse que houve um aumento nos incidentes desse tipo nas maiores cidades, em razão de disputas territoriais entre gangues rivais.

Em 2013 foram registrados 84 homicídios na Suécia, cerca de um quarto deles na região da grande Gotemburgo, segundo o Conselho Nacional para Prevenção de Crimes.

"Temos uma situação séria em Gotemburgo, onde muitas pessoas têm sido assassinadas", disse Friberg. "Temos diferentes tipos de gangues criminosas que estão prontas para usar violência exagerada em ataques retaliatórios para conquistar participação no mercado."

Os disparos aconteceram no interior do restaurante chamado Var Krog och Bar, que significa "nossa taverna e bar".

No dia 30 de janeiro um homem ficou ferido num tiroteio na praça do lado de fora do restaurante. Não estava claro se os dois episódios tem ligação entre si.