Ataque contra policiais deixa 5 mortos em meio a crise política na Macedônia

O episódio ocorre em meio a uma crise política que levanta receios sobre a estabilidade do país

Comentar
Compartilhar
10 MAI 201512h20

Um grupo armado atacou forças especiais da polícia da Macedônia neste sábado, em um confronto que terminou com cinco policiais mortos e mais de 30 feridos. O episódio ocorre em meio a uma crise política que levanta receios sobre a estabilidade do país.

A ministra do Interior, Gordana Jankulovska, disse na noite deste sábado que as mortes dos policiais ocorreram durante uma operação em Diva Naselba, um bairro na zona oeste de Kumanovo. A polícia teria sido atacada com metralhadoras e bombas. Segundo ela, um grupo terrorista que entrou na Macedônia por meio de um país vizinho não identificado estaria se aproveitando da atual instabilidade política para lançar ataques contra as instituições do Estado.

A ministra afirmou que mais de 20 membros do grupo terrorista foram presos, mas informou que a operação policial continua, porque outros criminosos não querem se render. Gordana informou que alguns dos terroristas foram mortos, mas não deu números. Ela não soube dizer se civis também morreram.

A Macedônia enfrenta a mais grave crise política desde sua independência da antiga Iugoslávia, em 1991. Governo e oposição se acusam de incentivar a desestabilização do país. Kumanovo fica perto da fronteira com Kosovo e Sérvia. A região foi palco de hostilidades entre rebeldes de origem albanesa e forças do governo durante os conflitos étnicos de 2001.