Ataque aéreo na Síria mata pelo menos 12 pessoas

Observatório Sírio dos Direitos Humanos informa que ataque aéreo do Exército sírio matou, pelo menos, 12 pessoas de uma mesma família.

Comentar
Compartilhar
02 JAN 201313h40

Na Síria, pelo menos 12 civis de uma família, a maioria crianças, morreram nesta quarta-feira (2) em decorrência de um ataque aéreo do Exército sírio a um posto de gasolina, em Moadamiya Al Cham, nos arredores de Damasco, informou a organização não governamental Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH). Também houve bombardeios nas regiões de Douma e Harasta, no Nordeste do país.

O ataque ocorreu no distrito de Muleiha. Ainda não há confirmação independente. Um vídeo publicado na internet mostra corpos e veículos carbonizados.

Em Saraqeb, na província de Idleb, morreu uma mulher, segundo o OSDH. Só hoje 19 pessoas foram mortas. Ontem (1º), primeiro dia do ano, foram registradas 104 mortes, de acordo com a organização.

Há 21 meses, a Síria vive em clima de guerra devido à disputa de poder entre o governo do presidente sírio, Bashar Al Assad, e a oposição.

A estimativa não oficial é que cerca de 46 mil pessoas tenham morrido em decorrência dos conflitos. Há ainda denúncias de prisões irregulares, torturas e violência sexual.