Amigos prestigiam Carlos Ratton

Jornalista santista, repórter do Diário do Litoral, lança livro retratando a política e o cotidiano da Região

Comentar
Compartilhar
08 DEZ 201302h15

Amigos, familiares e colegas de profissão lotaram a Pinacoteca Benedito Calixto para prestigiar o jornalista santista Carlos Ratton que, ontem, além de comemorar mais um ano de vida, lançou seu primeiro livro: “Pescador de Notícias”, da Scortecci Editora.

O livro é um retrato político e social dos últimos anos da Baixada Santista. “Pescar uma boa notícia requer paciência. Não se precipitar, publicar quando todos os lados forem ouvidos, quando se tem a certeza que o leitor será bem informado, só assim o objetivo foi alcançado, o dever foi cumprido”, conclui o escritor.

São 216 páginas repletas de material investigativo, fatos inusitados protagonizados pelos últimos prefeitos da região, o dia-a-dia de um repórter; perseguições políticas sofridas pelo jornalista e até ameaças de morte em função de suas publicações que, em 2012, o levaram a ser finalista da versão nacional do Prêmio Esso – um dos mais renomados do País - pela série de reportagens intitulada Endinheirados, que versou sobre a proibição de acesso às praias de Guarujá.

O livro é “um painel de nossa época. Denúncias de corrupção; entrevistas exclusivas; o cotidiano da elite endinheirada do Guarujá e muitas histórias que merecem ser contadas para conhecimento daqueles que não tiveram acesso a elas quando publicadas originalmente”, afirma Guto Camargo.

Ratton recebeu amigos, familiares e colegas de profissão durante lançamento (Foto: Matheus Tagé/DL)

O livro será comercializado, a partir de dezembro, pelas livrarias Cultura, Martins Fontes Paulista e Asabeça. Preço R$40,00.

Santista, formado em Jornalismo em 1994, na Universidade Católica de Santos, Carlos Ratton iniciou a carreira em 1993, no jornal Polícia sem Censura e completa 20 anos de jornalismo neste ano. Trabalhou 10 anos no jornal diário A Tribuna de Santos, tendo atuado nas nove cidades da Baixada Santista. Foi editor do Diário Oficial de Guarujá, diretor de Imprensa de Mongaguá e atualmente é repórter especial no Diário do Litoral. É roteirista de cinema, tendo realizado dois curtas metragens finalistas do Festival Curta Santos.