Acidentes nas estradas paulistas caem 41,5% no carnaval

Foram 864 ocorrências ante 1477, segundo balanço divulgado pela Polícia Militar do Estado de São Paulo

Comentar
Compartilhar
13 FEV 201315h09

O número de acidentes nas rodovias paulistas durante o feriado prolongado de carnaval caiu 41,5% na comparação com o mesmo período de 2012. Foram 864 ocorrências ante 1.477, segundo o balanço divulgado hoje (13) pela Polícia Militar do Estado de São Paulo. As mortes diminuíram 12,9% (27 mortos) e o número de feridos também, queda de 58,7% (445 feridos).

“Essa redução poderia ser ainda maior se não fosse o comportamento imprudente de alguns condutores e a falta de adoção de ações seguras por parte dos pedestres, sendo importante ressaltar que, após análise das circunstâncias, constatou-se que a maioria desses acidentes poderia ter sido evitada”, diz a nota divulgada pela corporação.

Do total de acidentes, 78% foram atropelamentos, colisões transversais e colisões frontais, que resultaram em 21 mortes. Nos casos de atropelamentos, com nove mortes, todos ocorreram no período da noite, o que na avaliação da polícia mostra a falta de prudência por parte de alguns pedestres que se arriscam a atravessar as pistas sem usar as passarelas. Em alguns casos, as pessoas estavam perto de veículos parados por problemas mecânicos.

As mortes diminuíram 12,9% (27 mortos) e o número de feridos também, queda de 58,7% (445 feridos) (Foto: Luiz Torres/ DL)

Em colisões transversais, foram registradas sete mortes, ocasionadas por manobras imprudentes feitas pelos motoristas nos cruzamentos das rodovias. Já as batidas frontais resultaram em cinco feridos, a maioria causada por ultrapassagens indevidas e excesso de velocidade.

No período, foram aplicadas 16.808 autuações, sendo 1.653 por ultrapassagem em local proibido e 2.063 por falta do uso do cinto de segurança. Os policiais ainda apreenderam 1.553 veículos, recolheram 561 carteiras de habilitação e 1.919 documentos de veículos por irregularidades.

Com a mudança na legislação que tornou mais rígido o combate aos motoristas embriagados, 611 motoristas foram autuados por dirigir após ingerir bebida alcoólica, sendo que 138 foram presos em flagrante. Foram ainda recapturados nove foragidos da Justiça e recuperados 11 veículos que haviam sido roubados/furtados, além do recolhimento de uma arma de fogo, quase 3 mil quilos de drogas e 80 mil maços de cigarros contrabandeados.