Acessos à Baixada terão reforço de policiamento

Os acessos à Baixada Santista receberão reforço de 120 policiais no período que antecede as atividades da Operação Verão, entre os dias 19 e 26.

Comentar
Compartilhar
17 DEZ 201313h36

Os acessos à Baixada Santista receberão reforço de 120 policiais no período que antecede as atividades da Operação Verão, entre os dias 19 e 26.

O anúncio foi feito nesta sexta-feira (13) pelo secretário de Segurança Pública do Estado, Fernando Grella, após reunião na Capital com o prefeito Paulo Alexandre Barbosa, que solicitou o aumento de policiamento após os episódios de violência ocorridos no último final de semana, em rodovias de acesso à região

“Trouxemos essa demanda ao secretário para que atenda nosso pedido. A prefeitura irá dispor de alojamento na Arena Santos para que esses policiais possam ficar hospedados e se alimentem nesse período”, comentou o prefeito.

De acordo com o secretário Fernando Grella, homens da Rota (Rondas Ostensivas Tobias Aguiar), Rocam (Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas) e da Tropa de Choque farão parte desse efetivo especial. “O pedido do prefeito será atendido. Colocaremos policiais em pontos estratégicos nas rodovias, nos acessos ao litoral”, disse Grella.

Verão

A partir do dia 26, a Polícia Militar inicia a Operação Verão. Até o encerramento do Carnaval, que ocorre em 5 de março de 2014, serão mais de 2 mil homens em atividade para oferecer mais conforto e segurança à população e os turistas.

Cidade receberá mais policiamento no período da Copa do Mundo

O secretário Fernando Grella também garantiu que no período da Copa do Mundo, quando a cidade hospedará as seleções da Costa Rica e do México, o município receberá uma atenção especial no que diz respeito a segurança.

A medida também atende uma solicitação do prefeito Paulo Alexandre Barbosa, que no encontro desta sexta-feira (13) apresentou pontos prioritários para que a cidade esteja segura nesse período.

Além de maior segurança, o reforço no policiamento de Santos atenderá pontos como orientação à turistas, policiais bilíngues, além de apoio nos deslocamentos das seleções em diversos pontos (hotéis, centro de treinamento, estádios etc). “Serão medidas que beneficiarão a população de Santos, as delegações e os milhares de turistas ”, enfatizou Fernando Grella.