2º Festival Gastronômico Danado de Bom premiou os vencedores

Aqui no Bistrô ficou em primeiro, Tradição em segundo e Cantina da Tia Jô em terceiro lugar.

Comentar
Compartilhar
27 DEZ 201222h02

"Cubatão é um abrigo de todos os cantos do Brasil, uma cidade muito rica em sua diversidade, o que a torna muito especial", destacou a prefeita Marcia Rosa, ao presidir a cerimônia de premiação dos vencedores do 2º Festival Gastronômico Danado de Bom, realizada em seu gabinete nesta quinta-feira. Os três primeiros colocados foram os restaurantes Aqui no Bistrô, Tradição e Cantina Tia Jô.

Para a prefeita, "povo sem cultura é povo sem identidade, sem história". E ela fez questão de ler trechos do poema de cordel A Dor da Separação, do poeta sergipano-cubatense Agulhão, um dos jurados do concurso, observando que "o amor é a mola propulsora de tudo na vida".

Marcia lembrou ter conhecido o poeta na primeira vez em que ele entrou num cinema, e foi no Cine Anilinas, para ver o filme Gonzaga de Pai para Filho. E explicou: "Trabalhamos nestes últimos quatro anos com muito amor e dedicação, na criação de uma nova Cubatão, para que as pessoas possam ter orgulho desta cidade".

O secretário de Turismo, Luiz Carlos Costa, anunciou que "teremos em 2013 programas de capacitação de restaurantes para recepção de turistas, criando assim novas oportunidades para geração de emprego e renda".

Já o titular da pasta da Cultura, Welington Ribeiro Borges, observou: "É por causa de pessoas como seu Agulhão que realizamos estas ações, resgatando essa cultura. Lembremos que não existe uma cultura nordestina, são nove Estados, cada um com suas peculiaridades, todas representadas em Cubatão".

Representando a Associação Comercial e Industrial de Cubatão (Acic), Vanilson José de Souza, destacou como essas ações movimentam o comércio cubatense. Já o vereador Paulo Tito Farder citou que países e cidades são conhecidos por sua gastronomia: "Itália lembra pizza, Porto lembra vinho, Salvador lembra vatapá, mas a Baixada Santista ainda não tem essa identidade cultural, sendo que Cubatão está iniciando ações importantes para transformar essa realidade".

Além de outros secretários municipais, empresários e autoridades convidadas, participaram do encontro o vereador cubatense Francisco Leite da Silva (Bigode) e o vice-prefeito vicentino José Barreto Alves.

Os pratos foram avaliados por cinco jurados que visitaram os estabelecimentos concorrentes. (Foto: Divulgação)

Júri e participantes

O 2º Festival Gastronômico Cubatão Danado de Bom teve como jurados: o poeta Alfredo Vieira dos Santos (Agulhão), o empresário Hamilton José Nascimento, Rogério Fernandes dos Santos (programa Almoço de Estrelas/TV Record), Frederico Sanchez Cidral (coordenador de gastronomia do Santos Convention Visitors Bureau) e Fernanda Lopes (editora do caderno Boa Mesa/jornal A Tribuna).

Em nome do grupo, comentando sobre os pratos julgados, falaram Hamilton Nascimento e o poeta Agulhão, que também declamou poemas e ao final da cerimônia autografou exemplares do seu livrete de cordel citado pela prefeita.

Em janeiro de 2013 será publicado pela Prefeitura o livro do 2º festival, que neste ano teve a participação dos restaurantes: Aqui no Bistrô (sanduíche de carne seca com molho de tamarindo – 1º lugar, prêmio entregue a Eliane e Maria de Lourdes); Tradição (beiju nordestino com arroz ao pequi – 2º lugar, prêmio recebido por Gustavo Maluli); Cantina Tia Jô (guisado de carne de cabrito – 3º lugar, prêmio para Geraldo Adelino); Primor de Cubatão (arroz Danado de Bom II), Kid Rrestaurante Coisas Mineiras (feijão tropeiro nordestino); sem concorrer, também participou a Cantina Sabor Solidário, no Paço Municipal (carne seca na manteiga com arroz branco e pirão de mocotó).