05h : 42min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Jornalistas lançam ‘Contra a Maré’ e ‘Uma Menina Detetive’

Livros serão lançados amanhã, às 19 horas, na Pinacoteca Benedicto Calixto, no Boqueirão, em Santos

Comentar
Compartilhar
11 JAN 2017Por Da Reportagem09h30
O casal de jornalistas Carlos e Vanessa Ratton lançará simultaneamente os livros ‘Contra a Maré’ e ‘Uma Menina Detetive’Foto: Rodrigo Montaldi/DL

O casal de jornalistas Carlos e Vanessa Ratton lançará simultaneamente amanhã (12), às 19 horas, na Pinacoteca Benedicto Calixto, os livros ‘Contra a Maré’ e ‘Uma Menina Detetive’. Carlos Ratton é repórter do Diário do Litoral e Vanessa, que assina como Tatá Bloom, é educadora e assessora de Imprensa. A Pinacoteca fica na Avenida Bartolomeu de Gusmão, 15, no Boqueirão, em Santos. 

‘Contra a Maré’ reúne histórias comoventes de moradores da Baixada Santista, que são verdadeiros sobreviventes. Uma visão humana e sensível de um repórter  de mais de 22 anos de rua, exercendo seu ofício diário.
 
Ele vê sofrimento, descaso, violência, abusos de poder, falta de vontade política, desrespeito ao ser humano, miséria e desilusões e que, por isso, dá voz aos injustiçados, acabando muitas vezes sendo rigoroso com a classe política que os abandona. 
 
Uma luta quase que solitária, como alguns raros políticos, promotores, médicos, defensores públicos, policiais do bem, advogados, professores, líderes comunitários, empresários parceiros que também são inconformados com as desigualdades do Brasil de hoje. 
 
Ratton dá voz aos excluídos através das suas mãos e, às vezes, consegue mudar o rumo ou amenizar um pouco do sofrimento, ajudando a fazer justiça e denunciando os casos que tem conhecimento.  
 
Formado em Relações Públicas (1989) e Jornalismo na Universidade Católica de Santos em 1994, Carlos Ratton iniciou sua atividade como repórter no extinto jornal santista Polícia Sem Censura, passando por outros veículos, entre eles A Tribuna de Santos, onde cobriu todos os nove municípios da Região Metropolitana da Baixada Santista.  
 
Sua carreira é marcada por dezenas de reportagens investigativas, que ganharam repercussão como a série intitulada ‘Endinheirados’, que em 2012 foi finalista do Prêmio Esso de Jornalismo – o maior do gênero no Brasil – publicada no Diário do Litoral. No mesmo ano, lançou o livro ‘Pescador de Notícias’. 
 
Atualmente é diretor de base do Sindicato dos Jornalistas do Estado de São Paulo (SJSP). Entre 2009 e 2015, foi diretor Regional da entidade.

Detetive
 
‘Uma Menina Detetive’ é editado pela Costelas Felinas Livros e Revistas Artesanais, o que possibilita uma economia financeira, a preservação ambiental (papel reciclado) e favorece a economia local, prestigiando o trabalho da editora. É o terceiro livro da autora que escreveu sobre bullying, em “O ratinho que não gostava de queijo”, editora Multifoco, e sobre Inclusão, na obra Meu Vizinho Especial, eBook Kindle, à venda na Amazon.com.br
 
Para a autora, que é apaixonada por Sherlok Holmes, o livro é uma forma de despertar o interesse pela lógica, investigação e a observação, características de um dos mais conhecidos personagens mundiais. A obra é voltada para pré-adolescentes de 10 a 13 anos. 
 
A menina brasileira ganha um concurso sobre Holmes que é promovido pelo museu londrino do detetive. E, assim, ela é escolhida pelo real bisneto de Holmes a ajudá-lo a encontrar as memórias secretas do inglês, seguindo pistas pelas principais capitais do mundo e pela exuberante floresta Amazônica.  
 
Vanessa Ratton (Tatá Bloom) é jornalista, arte-educadora, psicopedagoga, pós graduada em Teatro Brasileiro e mestre em Semiótica. Atualmente é professora de Artes Cênicas do Senac-Santos e presta Assessoria de Imprensa para a classe política e empresarial da Região Metropolitana da Baixada Santista. 

Colunas

Contraponto