Santos

Sem apoio, Teatro do Kaos pode fechar as portas em 2018

Aprovado pela Lei Rouanet e apto para captação de recursos com abatimento de 100% no imposto de renda, o projeto não conseguiu patrocínio para continuar ativo neste ano

Comentar
Compartilhar
02 JAN 2018Por Rafaella Martinez11h00
Idealizador do espaço, o ator e diretor do Teatro do Kaos, Lourimar Vieira, afirma que o projeto vai além da culturaFoto: Rodrigo Montaldi/DL

Único teatro de Cubatão – responsável pela qualificação profissional de mais de 150 jovens da Baixada Santista – o Kaos pode fechar as portas em 2018. Aprovado pela Lei Rouanet e apto para captação de recursos com abatimento de 100% no imposto de renda, o projeto não conseguiu patrocínio para continuar ativo neste ano.

Idealizador do espaço, o ator e diretor do Teatro do Kaos, Lourimar Vieira, afirma que o projeto vai além da cultura. “É um trabalho social e educacional também. Ao longo desses anos, trabalhamos com o resgate da autoestima de jovens e isso precisa ser preservado”, afirma.

De acordo com ele, o vice-prefeito Pedro de Sá – que também assume a secretaria de Cultura – e o prefeito Ademario Oliveira estão em conversas com empresas da cidade para garantir a manutenção das atividades.
Diversas pessoas usaram as redes sociais para se posicionar contra o fechamento do espaço após a publicação de Lourimar. “Que noticia mais triste! Onde vamos parar? Esse curso neste teatro, é maravilhoso. Mudou minha vida e estima, acima de tudo me ensinou sobre a arte e que a arte cura tudo!

Acredito no bem e desejo que o Teatro do Kaos viva! São os jovens que saem perdendo, não vamos nos calar! Patrocínio já!”, escreveu Estevan Ferreira.

Para Caio Martinez Pacheco, a possibilidade de fechamento representa “um grande retrocesso, além de interromper o acesso da população teremos mais alguns profissionais completamente jogados na precariedade”.

Formação

Desde 2009, o Kaos qualificou profissionalmente 150  atores. No total, 1673 alunos participaram da Oficina de Teatro no contraturno escolar e mais de 1823 pessoas foram atendidas no espaço.

Mais de 80 peças foram encenadas no espaço e os espetáculos resultantes do projeto circularam por 30 cidades nos estados de SP/RJ/PR/PI/ES/CE e RS. A peça A Falecida encenada por alunos do projeto, foi eleita Melhor Espetáculo do Litoral e Interior do Estado de SP, pela Cooperativa Paulista de Teatro. Além disso, três alunos formados pelo projeto ingressaram na EAD-Escola de Arte Dramática  da USP.

Interessados em patrocinar o Kaos podem entrar em contato com Lourimar pelo telefone (13) ­99124-7470.

Colunas

Contraponto