Entrada da Cidade

Baixada Santista poderá ter até 19 folgas extras em 2018

Se todos os feriados prolongados forem confirmados no calendário oficial, Praia Grande e Cubatão serão as cidades da Baixada com mais folgas

Comentar
Compartilhar
02 DEZ 2017Por Caroline Souza11h01
Algumas cidades podem ter ainda mais folgas extras, caso todos os feriados e pontos facultativos sejam confirmadosFoto: Rodrigo Montaldi/DL

Os trabalhadores da Baixada Santista poderão ter cerca de três semanas de folgas extras em 2018. Isso, levando em conta 14 datas comemorativas, que incluem feriados nacionais, estaduais e tradicionais pontos facultativos; e 5 “emendas” de feriados que caem às terças ou quintas-feiras.

Esse número pode ser ainda maior em algumas cidades da região. Se todos os feriados prolongados forem confirmados no calendário oficial, Praia Grande e Cubatão serão as cidades da Baixada com mais folgas extras, totalizando 21 com o aniversário e o dia do padroeiro de cada município.

O aniversário de Praia Grande é comemorado em 19 de janeiro e o dia do Padroeiro São Pedro Apóstolo, em 29 de junho, ambos caem em sextas-feiras.

Já Cubatão, comemora o aniversário em 9 de abril, uma segunda, e o dia da Padroeira Nossa Senhora da Lapa, em 15 de agosto, quarta-feira.

Santos, São Vicente, Guarujá e Mongaguá podem chegar a 20 folgas. As demais cidades da Baixada, cujos aniversários caem aos sábados ou domingos, terão 19 dias de descanso.

De um lado, os trabalhadores contam os dias para os próximos feriados, de outro, alguns setores da economia ficam em alerta.

“Os feriados prolongados exigem mais dos administradores. Sempre tem setores mais prejudicados ou beneficiados pelos feriados. O setor de serviços é o mais prejudicado. Há sim um impacto negativo, mas não é tão dramático quanto muitos acreditam”, explica o economista-chefe da Nova Futura Investimentos, Pedro Paulo Silveira.

O comércio varejista é um dos setores prejudicados pelo feriado. “Feriados prolongados trazem certa queda nas vendas do comércio, e na Baixada Santista não é diferente. Só para o segundo semestre deste ano, a expectativa do Sindicato do Comércio Varejista da Baixada Santista (SincomércioBS) para o varejo do Litoral é uma perca de cerca de R$ 92,5 milhões nas vendas por causa dos feriados”, afirma o presidente do SincomércioBS, Omar Abdul Assaf.

Ainda de acordo com o presidente, o número de feriados do próximo ano pode indicar um crescimento, mesmo que pequeno, no prejuízo para os lojistas.

Apesar dos números deste ano mostrarem um cenário que não é favorável ao setor do comércio varejista, Assaf acredita que há maneiras dos lojistas se prevenirem. “O empresário pode se precaver de diversas maneiras, buscando estratégias para reduzir as despesas operacionais. Uma dica é não abrir a loja durante os feriados e, se optar por abrir, se planejar com antecedência para a data para evitar o impacto negativo”.

Feriados trazem lucro para alguns setores

Silveira alerta que a economia varia muito de região para região e, consequentemente, os impactos gerados pelos feriados também. “A Baixada Santista é uma região que pode se beneficiar dos feriados, pois recebe muitos turistas”, comenta.

Exemplo disso é o setor de turismo. De acordo com o presidente Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares da Baixada Santista e do Vale do Ribeira (SinHoRes), Salvador Gonçalves Lopes, a vinda de turistas nos feriados ajuda a categoria. “Com os feriados deste ano, muitos da nossa categoria saíram do vermelho. Mesmo com a economia em crise”, afirma.

Pesquisa feita pelo SinHoRes mostra que, até o momento, os hotéis da região tiveram 81% de ocupação nos feriados. O Sindicato concentra o estudo nas cidades de Santos, São Vicente e Guarujá, responsáveis por agregar mais hotéis na Baixada Santista. Esses municípios registraram, 78%, 75% e 91% de ocupação, respectivamente.

Com a melhora da economia e as eleições, a categoria acredita que os feriados do próximo ano tragam resultados melhores. “A expectativa é que 2018 seja um ano diferenciado, por causa das eleições. Esperamos que seja o ano da virada e a quantidade de feriados vem coroar isso”, finaliza.

Feriados de 2018

Janeiro
Seg - Dia 1º- Confraternização Universal - Feriado Nacional

Fevereiro
Seg e Ter - Dias 12 e 13 - Carnaval – Ponto Facultativo
Qua - Dia 14 - Quarta-feira de Cinzas - Ponto Facultativo

Março
Sex - Dia 30 - Paixão de Cristo - Feriado Nacional

Abril
Sáb - Dia 21 - Tiradentes - Feriado Nacional

Maio
Ter - Dia 1º - Dia do Trabalho - Feriado Nacional
Qui - Dia 31 - Corpus Christi - Ponto Facultativo

Junho
Não tem feriados

Julho
Seg - Dia 9 - Revolução Constitucionalista de 1932 - Feriado Estadual

Agosto
Não tem feriados

Setembro
Sex - Dia 7 - Independência do Brasil - Feriado Nacional

Outubro
Sex - Dia 12 - Nossa Senhora de Aparecida - Feriado Nacional
Dom - Dia 28 - Dia do Servidor Público - Ponto Facultativo

Novembro
Sex - Dia 2 - Finados - Feriado Nacional
Qui - Dia 15 - Proclamação da República - Feriado Nacional
Ter - Dia 20 - Dia da Consciência Negra - Feriado Municipal

Dezembro
Ter - Dia 25 - Natal - Feriado Nacional
Feriados Municipais

Santos
Sex - 26 de Janeiro - Aniversário da Cidade
Sáb - 8 de Setembro - Nossa Senhora do Monte Serrat (Padroeira de Santos)

São Vicente
Seg - 22 de Janeiro - Aniversário da Cidade

Praia Grande
Sex - 19 de Janeiro - Aniversário da Cidade
Sex - 29 de Junho - São Pedro Apóstolo (Padroeiro de Praia Grande)

Mongaguá
Sex - 7 de Dezembro - Aniversário da Cidade

Itanhaém
Dom - 22 de Abril - Aniversário da Cidade
Sáb - 9 de Junho - Dia de São José de Anchieta
Dom - 9 de Dezembro - Nossa Senhora da Conceição (Padroeira da Cidade)

Peruíbe
Dom - 18 de Fevereiro - Aniversário da Cidade

Cubatão
Seg - 9 de Abril - Aniversário da Cidade
Qua - 15 de Agosto - Nossa Senhora da Lapa (Padroeira de Cubatão)

Guarujá
Seg - 15 de Janeiro - Santo Amaro (Padroeiro de Guarujá)
Sáb - 30 de Junho - Aniversário da Cidade

Bertioga
Sáb - 19 de Maio - Aniversário da Cidade
Dom - 24 de Junho - São João Batista (Padroeiro de Bertioga)

Colunas

Contraponto