X

SAÚDE

Pressão baixa no verão? Saiba os mitos e verdades que cercam essa disfunção

Considerada vilã por muitos, a pressão baixa não é uma doença, sendo assim, fique tranquilo e não recorra às medidas populares, como colocar sal debaixo da língua, molhar a nuca e ingerir uma pequena quantidade de açúcar

Da Reportagem

Publicado em 01/02/2023 às 22:10

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Segundo especialistas, a pressão baixa não é uma doença / Marcelo Camargo/Agência Brasil

Tontura, fraqueza e sensação de desmaio. Já sentiu estes sintomas no verão e não soube o que fazer? É comum e geralmente eles são causados por um só motivo: pressão baixa.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Considerada vilã por muitos, a pressão baixa não é uma doença, sendo assim, fique tranquilo e não recorra às medidas populares, como colocar sal debaixo da língua, molhar a nuca e ingerir uma pequena quantidade de açúcar. 

Segundo o Doutor Carlos Alberto Cyrillo Sellera, médico cardiologista e responsável pela disciplina de Doenças Cardiovasculares da Faculdade de Medicina da Universidade Metropolitana de Santos (Unimes), essas ações não são medidas isentas de risco e a resposta da pressão é apenas transitória. 

“O açúcar não tem nada a ver e a água na nuca ou o sal debaixo da língua não apresentam resultados. O que se deve fazer é deitar elevando os membros inferiores e se hidratar bem”, explica o médico. 

Segundo o especialista, a pressão baixa ocorre por diversos motivos, os mais comuns são: desidratação, hemorragia, jejum prolongado, gravidez, problemas nutricionais, diabetes, hipotireoidismo, manter-se em pé ou parado em locais abafados por tempo prolongado, pós exercício físico com parada abrupta, ingestão excessiva de álcool, uso de certos medicamentos e algum tipo de arritmia cardíaca.

E mesmo com diversos motivos, muitos também podem ser acometidos pela pressão baixa por conta do calor. O Dr. Sellera comenta que isso acontece porque a temperatura mais alta faz os vasos dilatarem. 

“No inverno é exatamente o inverso, a pressão fica mais elevada pela constrição dos vasos. Por isso, agora nessa época do ano em que as temperaturas ultrapassam os 30º, é muito importante que as pessoas se hidratem mais”, relata Sellera.

Outro ponto importante que o médico ressalta é o cuidado com os idosos, já que eles são mais suscetíveis à desidratação principalmente em dias muito quentes e correm maior risco de desmaio. 

O que fazer quando estiver com a pressão baixa

1.    É recomendado a pessoa  deitar-se numa posição confortável e com os pés mais elevados do que o coração e a cabeça.
2.    Ingerir bastante líquido para aumentar o volume do fluxo sanguíneo, mas em pequenos goles. 
3.    Caso a pessoa esteja em jejum há muito tempo, é indicado dar preferência a sucos de frutas. Entretanto, hidratantes do tipo isotônicos também são válidos. 
4.    Caso os sintomas sejam recorrentes e passe a interferir na qualidade de vida da pessoa, é necessário procurar um médico. 
 

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Diário Mais

Mau presságio? Branqueamento de corais pode ser sinal da morte dos oceanos; entenda

Estruturas são a base do Oceano

Nacional

Não perca as contas: você sabe quantas vezes o cantor Fábio Jr. se casou?

A lista é bem extensa e pode confundir os fãs

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter