Saúde

Dia do sedentarismo: médico revela doenças que são causadas por falta de exercícios

O sedentarismo é extremamente prejudicial e pode causar ou intensificar várias doenças

Da Reportagem

Publicado em 10/03/2023 às 08:00

Atualizado em 10/03/2023 às 08:02

Comentar:

Compartilhe:

Nesta sexta-feira (10) é comemorado o Dia Nacional do Sedentarismo / Reprodução/Google

Nesta sexta-feira (10) é comemorado o Dia Nacional do Sedentarismo, data que serve para relembrar a importância do exercício físico na saúde e na qualidade de vida das pessoas. Para se ter ideia da gravidade do sedentarismo, cerca de cinco milhões de mortes por ano poderiam ser evitadas se a população em todo o mundo fosse mais ativa. Por isto, a Organização Mundial da Saúde até atualizou suas diretrizes sobre atividade física e comportamento sedentário.

De acordo com o médico Tasso Carvalho, o sedentarismo é extremamente prejudicial e pode causar ou intensificar várias doenças.

"O sedentarismo está diretamente relacionado com aumento de peso corporal, glicemia, triglicérides e, assim, relaciona-se com maior um risco cardiometabólico, aumentando muito o risco de DM tipo 2, Infarto e AVC, que são as maiores causas de morte no mundo", disse.

Além disso, segundo a OMS, a novidade, que chegou com a pandemia, é que estas comorbidades podem catapultar um paciente acometido pela Covid-19 para um estágio mais grave, o que nos leva a associar a falta de atividade física com maiores complicações e pior prognóstico para o mal causado pelo novo coronavírus.

Estatísticas da OMS mostram que um em cada quatro adultos e quatro em cada cinco adolescentes não praticam atividade física suficiente. Globalmente, estima-se que isso custe US$ 54 bilhões em assistência médica direta e outros US$ 14 bilhões em perda de produtividade.

"A atividade física regular é fundamental para prevenir e controlar doenças cardíacas, diabetes tipo 2 e câncer, bem como para reduzir os sintomas de depressão e ansiedade, reduzir o declínio cognitivo, melhorar a memória e exercitar a saúde do cérebro. Além disso, a alimentação entra como uma aliada fortíssima na manutenção da saúde, bem como a suplementação vitamínica", finalizou.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Santos

Centro Rebouças ganhará novas quadras de areia, em Santos

As novas quadras vêm reforçar ainda mais a superestrutura que o complexo oferece na Ponta da Praia

Guarujá

PAT de Guarujá oferece 34 vagas de emprego nesta quarta (19); confira cargos

Atendimento é realizado em Vicente de Carvalho

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter