X

Cultura

Orquestra Municipal se apresenta em Festival Internacional de Campos do Jordão

Primeira apresentação internacional do grupo acontece neste domingo (22)

Da Reportagem

Publicado em 20/07/2018 às 18:17

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

A Orquestra Municipal de Guarujá foi criada em 3 de outubro de 1980 / Divulgação/PMG

Há 37 anos encantando o público de Guarujá, a Orquestra Municipal da Cidade faz sua primeira apresentação em nível mundial no 49º Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão, o maior festival de música clássica da América Latina. A apresentação acontece neste domingo (22), gratuitamente, na Praça do Capivari, no município do interior paulista, às 16h30, fazendo parte da programação, que teve início no fim de junho.

Em nova formação desde o mês passado, a Orquestra de Guarujá leva para Campos de Jordão o solista Wagner Pereira da Silva, que acompanha a banda com a guitarra elétrica. Para este concerto, o grupo preparou um repertório diferenciado que traz músicas brasileiras como Tico Tico no Fubá e Na Baixada do Sapateiro, e internacionais como Glasgow Kiss, do guitarrista John Petricci. Além disso, faz uma homenagem ao Guarujá com a canção "Fim de Semana em Guarujá", do pianista Mário Albanese e do maestro Cyro Pereira. O grupo é regido pelo maestro Sérgio Luiz Ribeiro Wisbeck.

O coordenador da Orquestra, Antonio Celso dos Santos, fala da satisfação de participar desse evento. "É um feito inédito pra gente. Participar de um evento dessa importância traz para o nosso grupo um alcance muito maior".

A Orquestra Municipal de Guarujá foi criada através do Decreto nº 2834/1980, em 3 de outubro de 1980, pelo então prefeito Jayme Daige. Na época de sua criação, era denominada Banda Musical de Guarujá, por ser formada apenas por instrumentos de sopro e percussão. Em 2012 foram incluídos os instrumentos elétricos como teclados, guitarra e contrabaixo. Recursos que proporcionaram maior desenvoltura na execução das obras musicais.

Foi através do Decreto nº 12.251/2017, em 19 de julho de 2017, que o grupo foi transformado em Orquestra, obrigando assim que inclua instrumentos de corda, como violinos, violas e violoncelos e oboé e fagote, instrumentos de sopro. Atualmente a Orquestra é formada por 62 músicos e tem como principal objetivo a difusão da música clássica e popular e a execução de novos arranjos e composições. Ela é mantida pela Secretaria Municipal de Cultura (Secult).

Festival Internacional

Conhecido e respeitado internacionalmente, o Festival de Campos do Jordão é passagem obrigatória de conceituados artistas de todo o mundo. Dentro de seus mais de 40 anos de existência, nomes como Eleazar de Carvalho, Trio Beaux Arts, Magda Tagliaferro, entre diversos outros, já passam por sua programação.

O Festival é uma realização do Governo do Estado de São Paulo, da Secretaria de Estado da Cultura e da Fundação Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp).

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Guarujá

Durante este sábado, PAT de Guarujá oferta 187 vagas de emprego

Os pré-requisitos são imprescindíveis e os documentos indispensáveis

Bertioga

Festival Internacional Indígena de Bertioga começa na sexta (19); veja a programação

Está confirmada a vinda de um poeta indígena do Paraguai, e um líder indígena do Panamá deve confirmar a vinda nos próximos dias.

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter