X

PRÊMIO INEZITA BARROSO

Marília Mendonça e Rolando Boldrin são homenageados pela Alesp

Artistas que se foram recentemente serão homenageados durante a entrega do Prêmio Inezita Barroso nesta sexta, a partir das 10h, na Alesp

Bruno Hoffmann

Publicado em 02/03/2023 às 18:20

Atualizado em 02/03/2023 às 18:23

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Marília Mendonça / Divulgação

Nesta sexta-feira (3), a Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), na capital paulista, vai realizar a 6ª edição do Prêmio Inezita Barroso, a partir das 10h. A honraria é concedida a personalidades da música caipira e de outras expressões artísticas rurais de São Paulo.

A cerimônia vai homenagear a cantora Marília Mendonça e o cantor e apresentador Rolando Boldrin, nomes históricos do gênero que morreram recentemente.

Marília morreu de forma precoce em um acidente aéreo em novembro de 2021. Ela, que tinha apenas 26 anos, era considerada uma das maiores revelações da música brasileira, e popularizou o ponto de vista feminino nas letras do gênero musical.

Já Rolando Boldrin foi um dos maiores divulgadores da cultura sertaneja do País, principalmente por liderar o programa Sr. Brasil, na "TV Cultura". Ele morreu em novembro do ano passado, aos 86 anos.

Os premiados pela Alesp serão, ainda: Miltinho Jorge; Eli Carlos Ivo; Paulinho Trewasae; Amigos & Violeiros; Grupo Cantareira; Violeiros de Diadema; Comunidade Jongo Embu das Artes; Grupo de Violeiros de Vinhedo "Som da Roça"; Doni Bueno e Miguel Luiz Villar.

Já os homenageados indicados por parlamentares da Casa são: Nathan Violeiro; Elaine Teotônio de Piracicaba; Grupo de Fandango de Tamanco Cuitelo; a Orquestra de Viola Brasileira de Atibaia; Cida Ajala; Neto de Oliveira - Palhaço Maçaneta; Jorge Luiz e Fernando; Congada do Parque São Bernardo e Tonho Prado.

O prêmio

O Prêmio Inezita Barroso foi criado por meio de uma resolução aprovada pela Alesp em 2016, e teve sua primeira edição realizada em 2017, premiando naquele ano dez artistas e grupos rurais do Estado.

Neste ano, a Comissão escolheu 20 personalidades para receberem o prêmio da mão do presidente da Casa, deputado Carlão Pignatari. "É uma homenagem para um ícone da música popular e para todos que carregam o nome da música caipira no Estado de São Paulo", disse Pignatari.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Diário Mais

Saiba quantas calorias têm os seus lanches favoritos do McDonald´s

Informações foram retiradas do próprio site da rede de fast-food

Diário Mais

Mau presságio? Branqueamento de corais pode ser sinal da morte dos oceanos; entenda

Estruturas são a base do Oceano

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter