X

Automotor

Conheça os novos Porsche Macan 4 e Macan Turbo

A Porsche apresenta a segunda geração do Macan, com duas versões 100% elétricas, de 408 e 638 cavalos

Daniel Dias - AutoMotrix

Publicado em 04/02/2024 às 10:00

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

O Macan 4 é equipado com dois motores elétricos com potência total de 408 cavalos, enquanto o Macan Turbo tem um torque brutal de 113,5 kgfm, vindo também de motorização dupla / Divulgação

Dez anos depois de seu lançamento, o Porsche Macan chega a sua segunda geração e torna-se o primeiro SUV 100% elétrico da marca alemã. O carro, agora denominado pela Porsche como Macan EV, foi apresentado em duas versões, a Macan 4 e a Macan Turbo, ambas equipadas com dois motores elétricos, um acoplado a cada eixo, conferindo tração integral. Ao manter o nome “Turbo” na configuração mais potente do Macan, a Porsche provocou um mal-entendido, pois não existe turbocompressor nos motores 100% elétricos. O novo Macan utiliza a geração mais recente da tecnologia de propulsão elétrica de síncronos montados nos dois eixos. Em combinação com o Launch Control, o Macan 4 produz até 300 kW (408 cavalos) de potência e torque de 65,5 kgfm, enquanto o Macan Turbo ostenta até 470 kW (638 cavalos) e assustadores 113,5 kgfm de torque. Enquanto o “básico” acelera de zero a 100 km/h em 5,2 segundos, o Macan Turbo leva apenas 3,3 segundos. Os dois “bólidos” elétricos atingem velocidades de 220 km/h e de 260 km/h, respectivamente.

Desde 2014, foram vendidas mais de 800 mil unidades do Macan em todo o mundo. E a história de sucesso deve continuar com a segunda geração, que permanece sendo produzida em Leipzig, na Alemanha, com pegada de carbono neutra. O início das pré-vendas do Macan EV no Brasil é esperado para o primeiro trimestre de 2024, com as primeiras entregas previstas ainda para este ano. Preços e especificações serão anunciados na apresentação do modelo no país. A geração atual do Macan, com motores a combustão, continuará sendo comercializada. “Estamos elevando o Macan a um nível completamente novo - com performance excepcional, a nova interface Driver Experience e um design impressionante”, afirmou Oliver Blume, presidente do Conselho Executivo da Porsche AG, na estreia mundial do novo Macan, ocorrida no dia 25 de janeiro, em Cingapura. “Nosso objetivo com o Macan totalmente elétrico é oferecer o modelo mais esportivo em seu segmento”, completou Jörg Kerner, vice-presidente da Linha de Produtos Macan.

Os motores elétricos retiram sua energia de uma bateria de íon de lítio acondicionada no assoalho do veículo, com capacidade de 100 kWh, dos quais até 95 kWh podem ser usados ativamente. A bateria de alta voltagem é um componente central da recém-desenvolvida Premium Platform Electric (PPE), com arquitetura de 800 volts, usada pela Porsche pela primeira vez no novo Macan. A saída de carregamento DC é de até 270 kW, com a bateria podendo ser carregada de 10% a 80% em aproximadamente 20 minutos em um posto de carregamento rápido. Em pontos de 400 volts, um interruptor de alta voltagem na bateria permite o carregamento em série, dividindo a bateria em duas, cada uma com voltagem nominal de 400 volts. Isso permite um carregamento de até 135 kW, sem necessidade de um impulsionador de alta voltagem adicional. O carregamento AC de até 11 kW é possível ser feito em wallboxes residenciais. Até 240 kW de energia pode ser recuperada por meio dos motores elétricos durante a condução. A Integrated Power Box (IPB) também contribui para a eficiência dos novos Macan, ao mesmo tempo em que economiza peso e espaço. Compacta, a IPB tem três componentes - o carregador AC, o indutor de alta voltagem e o conversor DC/DC. Os dados de autonomia do novo Macan de acordo com os padrões do Inmetro serão divulgados por ocasião do lançamento do carro no Brasil.

Com 4,78 metros de comprimento, 1,93 metro de largura, 1,62 metro de altura e 2,89 metros de distância de entre-eixos, o Macan EV têm uma aparência dinâmica mesmo quando está parado, principalmente pela inclinação suave do capô e pela fluidez das linhas superiores. Atrás, a faixa das lanternas atravessa a tampa do porta-malas de ponta a ponta, com o logo da Porsche centralizado. O novo Macan é equipado com rodas de 22 polegadas com montagem escalonada de pneus. O conjunto óptico da frente é dividido em duas partes: em cima, estão as luzes de circulação diurnas com quatro filetes horizontais de cada lado, enquanto os faróis principais estão incrustrados no para-choque, com dois fachos, também em cada lado, enfatizando a largura do carro. Todas as luzes externas do novo Macan são em leds.

A segunda geração do Macan combina design com aerodinâmica para aumentar sua autonomia. Graças à Porsche Active Aerodynamics (PAA) com elementos ativos e passivos e a um coeficiente de arrasto de apenas 0,25, o novo Macan é um dos SUVs mais aerodinâmicos do mundo, com efeitos na autonomia e no consumo de energia. O sistema PAA inclui o spoiler traseiro adaptativo, as aletas de refrigeração nas entradas de ar dianteiras e coberturas flexíveis no assoalho totalmente vedado. Cortinas de ar abaixo do módulo do farol e a parte dianteira rebaixada “purificam” o fluxo de ar. Na traseira, bordas laterais destacáveis e o difusor com aletas garantem a eficiência aerodinâmica.

A Porsche desenvolveu o Macan EV com foco na dinâmica de condução e na sensação característica de direção da marca alemã. “Graças a sua posição de assento particularmente esportiva, ao baixo centro de gravidade, à impressionante dinâmica de condução e à precisão de direção, o novo Macan proporciona uma verdadeira sensação de carro esportivo”, explica Kerner. Tanto o Macan 4 quanto o Macan Turbo (idênticos no design) têm os motores controlados quase em tempo real por meio da unidade eletrônica de potência. O Porsche Traction Management (ePTM) opera cerca de cinco vezes mais rápido do que um sistema de tração integral convencional e pode responder à derrapagem de uma rodas em dez milissegundos. A distribuição da tração nas quatro rodas é regulada pelo programa de condução selecionado. O Porsche Torque Vectoring Plus (PTV Plus), um bloqueio de diferencial controlado eletronicamente no eixo traseiro, também contribui para a tração, a estabilidade de condução e a dinâmica lateral do Macan Turbo.

Os dois novos SUVs esportivos têm suspensão a ar e são equipados com o Porsche Active Suspension Management (PASM), controle eletrônico de amortecimento. Pode ser combinado ainda com a suspensão de molas de aço como opcional. O PASM tem amortecedores com tecnologia de duas válvulas. Graças ao mapa de amortecimento mais amplo, isso resulta em um espectro mais abrangente entre conforto e desempenho, tornando as diferenças entre os programas de condução mais tangíveis. Pela primeira vez, o Macan tem eixo traseiro direcionável opcional, com um ângulo máximo de esterçamento de cinco graus, tornando possível um diâmetro de giro de 11,1 metros no tráfego urbano e nas manobras.

Dentro, os novos Macan são equipados com o conceito de exibição e operação de última geração com até três telas, com o painel de instrumentos de design curvo de 12,6 polegadas e o visor central de 10,9 polegadas. O sistema de entretenimento  tem como base o Android Automotive OS. O passageiro da frente também pode visualizar as informações, ajustar configurações do sistema de entretenimento e transmitir conteúdo de vídeo enquanto o carro está em movimento por meio de sua própria tela opcional, de 10,9 polegadas. A interface Porsche Driver Experience tem um display frontal com tecnologia de realidade aumentada. Elementos virtuais, como setas de navegação, são projetados no para-brisa. A imagem aparece para o motorista a uma distância de dez metros e corresponde ao tamanho de uma tela de 87 polegadas.

 Leia esta matéria também na Gazeta de S. Paulo

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cotidiano

Confira o resultado do Dia de Sorte no concurso 916, nesta terça (21)

O prêmio é de R$ 350.000,00

Cotidiano

Confira o resultado da Quina no concurso 6446, nesta terça (21)

O prêmio é de R$ 700.000,00

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter